Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

Receita pune 32 servidores por irregularidades em 2019

Nos últimos cinco anos, 302 servidores da Receita Federal foram punidos com advertência, suspensão, demissão e cassação de aposentadoria. Em 2019, de acordo com levantamento a pedido da Coluna, 32 servidores do Fisco foram alvos de processos e punições. Destes, 26 foram demitidos ou tiveram aposentadorias cassadas.

A corregedoria é rigorosa na apuração de suspeitas de envolvimento de servidores em casos de corrupção. Atuou nas investigações da recente Operação Armadeira – que teve como alvo seis servidores da Receita Federal. Entre eles, o auditor Marco Aurélio da Silva Canal, acusado de extorquir dinheiro de investigados na operação Lava Jato.

A Receita é um dos principais aliados do MP Federal e da Polícia Federal no combate à corrupção – em especial, na operação Lava Jato.

Operação Armadeira, da Polícia Federal, da semana passada prendeu servidores da Receita Federal, no Rio de Janeiro, que estavam extorquindo investigados da Lava Jato.

Direto na conta 1

Apesar do histórico de corrupção em prefeituras, deputados podem aprovar nos próximos dias a PEC 48/19 que autoriza o repasse direto de recursos de emendas individuais de parlamentares para Estados e municípios. Atualmente, o repasse é realizado por convênios ou contratos intermediados pela Caixa.

A PEC já passou pelo Senado e, na Câmara, é relatada pelo deputado Aécio Neves (PSDB-MG) que irá apresentar seu parecer em novembro. O tucano tem justificado que há demora excessiva para a transferência das emendas individuais dos parlamentares.

A Roma, com o seu 

Dez senadores vão ao Vaticano, com dinheiro do contribuinte, para a cerimônia de beatificação de Irmã Dulce no domingo. Nenhum deles bota o pé numa igreja aqui.

Aliás, o novo Procurador Geral da República, Augusto Aras, que iria por conta do cidadão, como antecipamos, deu bom exemplo, e seguirá a Roma por conta própria.

Agenda secreta 

Chegou à Comissão de Ética da Presidência pedido do PT para investigação de suposta “agenda secreta” do ministro Meio Ambiente, Ricardo Salles, na Europa, entre os dias 30 de setembro e 3 de outubro. No documento, deputados dizem que Salles manteve encontros com pessoas, entidades e grupos econômicos que defendem interesses contrários à proteção do meio ambiente no Brasil.

Hang

A oposição pretende convocar o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan e grande apoiador, de público, do presidente Jair Bolsonaro, para prestar depoimento na CPI das Fake News. O PT quer saber se há financiamento dele no pagamento de disparo de mensagens por telefones na campanha.

Startups 

O Governo finaliza texto de um projeto de lei que será enviado ao Congresso Nacional para regulamentar as startups (empresas que trazem inovação) no Brasil. A proposta – que passa por últimos ajustes nos ministérios da Economia e da Ciência e Tecnologia – pretende criar marco legal para alavancá-las com novos modelos e captação.

Mais Conteúdo