Empresa de São José leva prêmio por produzir a maior receita líquida em Santa Catarina

Viajando na moda

Ana Lima

A empresária Rita Back (esq), da loja A Bruxa, com a cliente e amiga Laureci Miranda, primeira-dama da Orion, no coquetel que marcou o lançamento da Lómhara semijoias. O evento reuniu a mulherada mais atendada do continente e Laureci, que está de viagem marcada para o Japão, garantiu que a mala vai carregada de coisa bonita.

Porque o verão vem aí

Guilherme Pazetto

A dupla Gabi Martins (e) e Bárbara Leite (d) com a empresária Lilian Trindade, da multimarcas Pátio Brasil, onde a nova moda praia será encontrada com exclusividade

Maior receita líquida

A empresa josefense Liderança Serviços recebeu em Porto Alegre o troféu e o certificado da premiação Grandes & Líderes – 500 Maiores do Sul, por obter a maior receita líquida no setor de Higiene e Limpeza em Santa Catarina. Além de ocupar a 53ª posição no ranking das maiores empresas do Estado, está na 238ª posição da Região Sul do país, no levantamento feito pela Revista Amanhã. O projeto 500 Maiores do Sul é um ranking empresarial que celebra 25 anos e divulga as companhias que se destacaram no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Todas as organizações, juntas, movimentaram, em 2014, a cifra de quase R$ 500 bilhões.

Estreia com sorvete

Em coquetel “summer” recheado de frutas, drinks fresquinhos e décor floral, as jovens Gabi Martins e Bárbara Leite lançam hoje a primeira coleção moda praia da marca catarinense de lingeries Sorellina. O mais interessante é que a nova linha é inspirada no conjunto de cinco aldeias no litoral da Itália, o Cinque Terre, recheada de recortes e estampas exclusivas dominadas pelo azul do mar. O evento será na multimarcas Pátio Brasil, no Kobrasol, única na Grande Florianópolis a receber o beach wear. E o brinde promete ser ainda mais doce: a turma será recebida também com food truck do colorido e recém-inaugurado Sorvete da Sorte.

Lixo a céu aberto

A comunidade do Alto Aririú, em Palhoça, não aguenta mais o mau cheiro do lixo descartado no topo do Morro dos Quadros. O problema é antigo, mas se intensificou depois que empresas começaram a fazer o descarte irregular no local. Para piorar vem a fumaça produzida pela queima deste lixo no meio da noite, o que já está causando problemas respiratórios em alguns moradores. No alto do morro é possível ver uma enorme quantidade de lixo, como pneus, sofás, estrado de cama, resto de móveis, bacios de banheiros, para-choques, peças de carros e resto de obras. O despejo dos materiais acontece quase todos os dias, e é feito, em sua maioria, por borracharias e lojas de móveis. O abandono de animais no local também é relatado por moradores, que escreveram à coluna reclamando do descaso do poder público com o entorno do Morro dos Quadros.

Mais Conteúdo