Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Com fim do recesso, Câmara de Florianópolis retoma sessões nesta segunda-feira

Legislativo de Florianópolis retoma atividades nesta segunda-feira – Picasa/ND

Com 18 projetos na pauta e 21 requerimentos, a Câmara de Florianópolis retoma as sessões ordinárias nesta segunda-feira. Volta aos trabalhos em plenário 25 dias depois da polêmica votação do projeto nº 17.870, que criava o vale-refeição dos vereadores e aumentava a verba dos 23 gabinetes, anulado na semana seguinte.

Quase 80% das propostas concedem homenagens a personalidades da cidade, como a Medalha Manezinho da Ilha Aldírio Simões, o Troféu Governador Celso Ramos e a Medalha Beata Joana de Gusmão. Entra também em discussão o projeto 17.031/2017, do vereador Gabriel Meurer (PSB), que prevê horários para telefonemas de cobrança de débitos. Controversa, a iniciativa recebeu pareceres contrários da procuradoria geral do município e da CCJ (Comissão de Constituição de Justiça).

Entre os requerimentos, três tratam da convocação de autoridades municipais para esclarecimentos sobre a Operação Chabu, que resultou na detenção do prefeito Gean Loureiro (sem partido), em junho, e outro quer a realização de uma audiência pública sobre os impactos da obra da ponte da fortaleza da Barra da Lagoa.

O presidente Roberto Katumi (PSD), que entra na metade final de sua gestão à frente do Legislativo antes de passar o cargo para Fábio Braga (PTB) em 2020, vai aproveitar a sessão para fazer um balanço do primeiro semestre. Vai enfatizar que no período foram aprovados 107 projetos, 80% do número total contabilizado em todo o ano passado.

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo