Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Coronavírus: bares e restaurantes devem reduzir postos de trabalho em 30%

Vão central do Mercado Público de Florianópolis – Foto: Anderson Coelho/ND

Com dificuldade para ter acesso às linhas de crédito emergenciais do governo federal e, com isso, conseguir pagar os salários, o setor de bares e restaurantes terá um “número expressivo de demissões”, segundo o presidente da Abrasel/SC, Raphael Dabdab.

A previsão é de corte de 30% dos postos de trabalho no Estado, equivalente a cerca de 30 mil pessoas, em função da paralisação das atividades desde o dia 18 de março.

Os desligamentos já vem acontecendo. “As medidas anunciadas não foram suficientes”, afirma Dabdab, que lamenta os entraves burocráticos a e as exigências feitas aos empreendedores que estão pedindo ajuda financeira.

As dúvidas sobre os próximos passos também preocupam. “A falta de previsão de quando vamos retornar é muito ruim. O momento é de muita incerteza, o que aumenta a angústia e a insegurança”, diz.

Segundo ele, o fôlego dos estabelecimentos é muito pequeno: “mesmo as grandes redes têm liquidez para três semanas”. 

Mais Conteúdo