Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Grupo pede que população de Florianópolis não dê esmolas a moradores em situação de rua

Balanço da força-tarefa Defesa, Apoio e Orientação (DOA) indica que nos dois anos e meio de atuação o número de moradores em situação de rua reduziu em quase 50%.

O grupo, que atribui o fato às abordagens semanais que orientam sobre os atendimentos prestados pela administração municipal, vem tentando sensibilizar a população a não dar esmolas.

Segundo o grupo DOA, número de pessoas que vivem em situação de rua reduziu em quase 50% na Capital nos últimos dois anos e meio- Flavio Tin/ND

Segundo os voluntários, é uma forma de evitar que a população de rua “permaneça vulnerável e resista aos serviços prestados por profissionais capacitados”.

Mais Conteúdo