Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Instituto Meyer Filho faz campanha virtual para viabilizar exposição sobre artista

Atualizado

Obra de Meyer Filho, que morreu em Florianópolis aos 71 anos – Foto: Divulgação;ND

O Instituto Meyer Filho lançou uma campanha de financiamento coletivo pelo Catarse para contribuir com a exposição no Museu de Arte de Santa Catarina, de agosto a novembro, em homenagem aos 100 anos de nascimento do artista plástico catarinense.

Será uma oportunidade especial para conferir a produção de cinco décadas do artista, que foi o primeiro a expor individualmente no Masc. O acervo inclui desenhos, pinturas e documentos.

Nascido em Itajaí, em 1919, Meyer Filho mudou‐se com a família para Florianópolis aos 3 anos de idade. Autodidata, aprendeu sobre desenho, pintura, ilustração, história da arte e história natural por intermédio de livros. Iniciou sua trajetória nos anos 1950, junto com o movimento de Arte Moderna.

Foi um dos fundadores do Grupo de Artistas Plásticos de Florianópolis. Organizou em 1958 e 1959 os dois primeiros salões de arte moderna de Santa Catarina e, em 1958, realizou a primeira individual de um artista catarinense no Museu de Arte Moderna de Florianópolis, atual Museu de Arte de Santa Catarina.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo