Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

MPSC e entidades fazem nova vistoria nas obras da Ponte Hercílio Luz

Representantes de diversas entidades, capitaneadas pelo MPSC, fizeram visita à ponte – Foto: Rogerio Mosimann/Divulgação/Floripamanhã/ND

A menos de três meses da data prevista para reabertura da Ponte Hercílio Luz à população, entidades como CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Acif (Associação Comercial e Industrial de Florianópolis) e FloripAmanhã conferiram ontem o estágio da obra de revitalização. A vistoria foi capitaneada pelo promotor de Justiça Daniel Paladino, do MP-SC (Ministério Público Estadual).

Em princípio, os primeiros 15 dias de utilização da ponte devem ser reservados apenas para os pedestres, com implantação progressiva das primeiras linhas do transporte coletivo e liberação para veículos de emergência.

Secretário-adjunto de Transporte e Mobilidade, Marcelo Roberto da Silva afirmou que a primeira fase do novo sistema viário das cabeceiras, ao custo de R$ 3,3 milhões, será entregue em 20 de dezembro, dez dias antes da entrega da restauração prevista pelo governo do Estado.

“Essa obra vai viabilizar o funcionamento da ponte”, disse Marcelo. O “plano urbanístico integrado” na Ilha e no Continente que faz parte do projeto Ponte Viva prevê, no entanto, outras quatro etapas.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo