Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Prefeito de Palhoça reduz próprio salário; medida também atinge vice e secretários

Atualizado

Prefeito de Palhoça, Camilo Martins – foto: Flávio Tin

Diante dos impactos econômicos causados pelo período de isolamento social e como medida de contenção de despesas para combate ao Covid-19, o prefeito de Palhoça, Camilo Martins (PSD), decidiu reduzir o próprio salário em 30%.

Os valores recebidos pelo vice-prefeito Amaro Jr (MDB) e pelos secretários municipais também vão ter redução, mas em percentual um pouco menor: 20%.

O decreto 2.571, que oficializa a medida, será publicada no “Diário Oficial” desta sexta-feira (3).

Em Palhoça, o salário bruto (sem os descontos) do prefeito é de R$ 16.728,00 e o do vice é de R$ 15.682,00. O vencimento dos secretários é de R$ 11.314,00.

“As dificuldades serão muitas e por isso estamos em um momento de ter que planejar e enxugar a máquina pública onde pudermos”, afirmou Camilo.

_ Mapa: acompanhe a evolução dos casos de coronavírus em Santa Catarina

Mais Conteúdo