Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Protocolada CPI para investigar o sindicato dos servidores municipais de Florianópolis

Atualizado

Vereadores de Florianópolis protocolaram nesta quarta-feira (11) o pedido de abertura de uma CPI para investigar a atuação do Sintrasem (Sindicato dos Servidores Municipais). O primeiro item do requerimento, iniciativa de Bruno Souza (PSB), é apurar “possíveis atos ilícitos praticados por dirigentes e membros em repartições públicas municipais”, alusão ao caso verificado na creche São João Batista, no Rio Vermelho, onde foram distribuídos materiais contrários ao projeto da Prefeitura que autoriza a contratação de OS (Organizações Sociais) para a gestão de unidades de saúde e educação. Além disso, os vereadores pedem a apuração de irregularidades na cessão de servidores para atuação no sindicato com ônus à prefeitura e ainda destruição e dano ao patrimônio público durante manifestações públicas, com “a obstrução de vias públicas sem prévio aviso ao poder público e a agressão contra agentes de segurança”.Até o início da noite, o requerimento já tinha 10 assinaturas: Bruno Souza (PSB), Miltinho Barcellos (DEM), Gabriel Meurer (PSB), Roberto Katumi (PSD), Renato Geske (PR), Tiago Silva (PMDB), Guilherme Pereira (PMDB), Jeferson Backer (PSDB), Maria da Graça Dutra (PMDB) e Claudinei Marques (PRB).

Mais Conteúdo