Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.

Totem instalado na Beira-Mar Norte, em Florianópolis, provoca discussão

Atualizado

Letreiro colocado na Beira-Mar Norte, em Florianópolis, dividiu opiniões. Muitos criticaram o uso do apelido, e não Florianópolis – divulgação, ND

A inauguração do letreiro na Beira-Mar Norte, assunto da coluna no fim de semana, repercutiu entre os leitores. Muitos criticaram a opção pelo apelido “Floripa”. “Nasci aqui e não sou “floripano”, mas sim florianopolitano. E não admito que dinheiro público, ou empresarial mesmo, use de espaço dominial, para apelidar oficialmente o nome da cidade”, afirma o advogado e professor Murilo Silva.

“De onde saiu este nome? Esta cidade se chama Florianópolis ou, historicamente correto, Desterro. Floripa é coisa de quem não é daqui”, criticou Marcelo Tasca Gonçalves.

Já Edio Pereira defendeu a iniciativa: “Achei muito interessante e atrativo. E os opositores que mudem de cidade. Eles devem ir para o Rio, Minas e Sampa. E por aí afora, pois chamar nossa cidade de Floripa é um charme”.

Mais conteúdo