Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Alô, Evando. Termine o ano dando chance para os jogadores da base do Avaí

O treinador Evando não tem culpa pelo atual momento do Avaí no campeonato brasileiro. Seria uma total injustiça cobrá-lo, de forma mais incisiva, um melhor rendimento da equipe.

Se o experiente Geninho não deu jeito e nem o “teórico” Alberto Valentim conseguiu tirar alguma coisa desse elenco montado com desprezo pela qualidade técnica pela diretoria, por que colocar o peso no colo do ex-atacante?

Mas fica difícil entender a opção do Evando por jogadores veteranos que no ano que vem não estarão na Ressacada, como o atacante Brenner e o desinteressado Douglas, por exemplo.

Se o rebaixamento é logo ali e na Ressacada já falam abertamente no planejamento para 2020, não seria melhor escalar jovens jogadores do próprio Avaí?

Dar rodagem para esses atletas e valorizar o próprio produto oriundo das categorias de base do clube?

Lembrando que a última vitória do Evando como treinador do Avaí foi com um time praticamente da base diante da Chapecoense pelo estadual.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo