Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Avaí 0 x 2 Bahia: Nota dos jogadores, treinador Alberto Valentim e time adversário

Lucas Frigeri – As duas bolas que foram ao gol ele não pegou. NOTA 5

Léo – Melhorou na segunda etapa. Defensivamente foi bem. NOTA 6

Betão – Cumpriu a missão de anular o perigoso atacante Gilberto. NOTA 6

Ricardo – No primeiro gol do Bahia, escorregou e não deu combate. NOTA 6

Igor Fernandes – Na primeira etapa sofreu com a velocidade do Nino Paraíba. Sofreu. NOTA 3

Pedro Castro – Há muito tempo merece um banco de reservas. Nulo. NOTA 4

(Douglas) – Bom toque de bola e fez o Avaí crescer na segunda etapa. Mas cansou. NOTA 7

Richard Franco – Sério e dedicado, mas sofre no passe final. NOTA 6

Matheus Barbosa – Muito longe do bom futebol que apresentou no catarinense. NOTA 5

(Mosquera)– Deu mais posse de bola para o Avaí. NOTA 7

Caio Paulista – Falta personalidade para chamar o jogo para si. NOTA 6

Jonathan – Não faltou vontade, disposição e mobilidade. Mas o time não ajudou. NOTA 7

Lourenço – Uma falta bem cobrada no primeiro tempo e o mesmo de sempre. NOTA 5

(Gegê) – Entrou para dar qualidade ao meio de campo. Não conseguiu. NOTA 4

ALBERTO VALENTIM – Jogando em casa e precisando vencer poderia ter sido mais ousado na formação do meio de campo. NOTA 4

BAHIA – Um time bem montado pelo Roger Machado. Com dois bons volantes, aposta muito no Artur na criação, Nino Paraíba na velocidade e Gilberto na frente. NOTA 9

Comentário Fábio Machado – arte/ndonline

Mais Conteúdo