Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Bom dia, Figueirense! Sexta, 24.05

ESTREIA COM VITÓRIA

Figueirense 2 x 1 Grêmio – Patrick Floriani/Figueirense

Excelente a estreia do Figueirense no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Jogando na tarde de ontem(23) no estádio Orlando Scarpelli diante do Grêmio, vitória por 2 x 1 de virada. Gols foram marcados por Matheus Lucas e Victor Guilherme. O próximo confronto é no dia 31 diante do Paraná em Curitiba.

Fábio Matias já está na base do Inter – Leonardo Fister/SC Internacional/divulgação

Aqui vale registrar o excelente legado pelo treinador Fábio Matias que moldou essa equipe, brilhou na Copa São Paulo de Futebol Juniores e “pediu o boné” para retornar ao Internacional onde desenvolve um grande trabalho.

ALEMÃO

O zagueiro Alemão, titular absoluto do treinador Hemerson Maria no time do Figueirense concedeu entrevista nesta manhã de sexta(24) antes dos trabalhos visando o jogo diante do Atlético GO no próximo dia 31.  Experiente falou que apesar do campeonato da série B estar no início e “aberto” é necessário pontuar. Abaixo o vídeo da entrevista do jogador:

A “INTERNACIONALIZAÇÃO DO FIGUEIRENSE”

Cláudio Honigman e Luiz Greco – Patrick Floriani/FFC/divulgação

Projetar o nome do Figueirense para fora do país com várias ações. Esse foi o tema principal da entrevista coletiva concedida pelo novo diretor de Negócios e Parcerias, Luiz Greco ontem no estádio Orlando Scarpelli. Apresentado pelo presidente Claudio Honigmann, o novo profissional do alvinegro demonstrou muita confiança no atual projeto e condicionou o sucesso dos seus objetivos com os bons resultados em campo.  Questionado sobre novas contratações, já que ele também faz parte do comitê de futebol do clube, Greco evitou em falar nomes, mas garantiu que as reuniões para discutir esse assunto estão sendo realizadas com esse objetivo.

LÁ E CÁ

Luiz Greco, novo diretor de Negócios e Parcerias – Patrick Floriani/FFC/divulgação

O projeto da “internacionalização” da marca Figueirense é válido. Principalmente quando abre a possibilidade de as categorias de base terem a preciosa oportunidade de disputaram torneios e amistosos no exterior. Além de valoriza a marca, também abre boas possibilidades de negociações futuras com esses jogadores. Mas aqui um alerta: que esse projeto corra em paralelo com a necessidade de resgatar a confiança do torcedor aqui no seu próprio quintal. Não adianta levar o nome do Figueirense para a Índia, para a China e para a “casa do chapéu” e jogar aqui para três mil torcedores.

Mais Conteúdo