Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

BOTAFOGO 2 X 0 AVAÍ: Nota dos jogadores e avaliação do treinador Evando

VLADIMIR – Se não tivesse tão adiantado poderia ter evitado o gol contra do zagueiro Ricardo.   NOTA 6

BETÃO – Começou atuando na lateral, voltou para a zaga e saiu lesionado. Só assim para não ser titular.   NOTA 5

(WESLEY) – Entrou, não pode fazer muita coisa. NOTA 5

RICARDO – Marcou um gol contra de forma bisonha. Não foi bem. NOTA 4

(GABRIEL LIMA) –  Sempre que entra cria boa opção no ataque.  NOTA  5

KUNDE – É bom jogador. Mas sofre ao lado do Betão, Ricardo, Luanderson…   NOTA  6

IGOR FERNANDES – Muita firula, muito suor para pouco futebol. NOTA 4

LUANDERSON – Estabanado, chega atrasado na maioria dos combates. Cometeu um pênalti infantil. NOTA 2

PEDRO CASTRO – É o rei dos toques inúteis no meio de campo. Mas é titular absoluto seja qual for o treinador do Avaí. Mistério. NOTA 3

JOÃO PAULO – Até tentou criar no meio de campo. Mas estava só no setor. NOTA 5

CAIO PAULISTA – Fez um bom segundo tempo. Até criou, se apresentou. Mas teve boa finalização.  NOTA  6

JONATHAN – Tem personalidade. Nas raras bolas “redondas” que recebe tenta ser incisivo.  NOTA 6

VINÍCIUS ARAÚJO – Vai ganhar uma nota dois por ter assinado a súmula. Só isso. NOTA 2

EVANDO – Saiu com uma escalação estranha, com o Betão atuando de lateral. Mais uma vez teve que mudar porque, mais uma vez, não deu certo.  NOTA 4

BOTAFOGO – Vai brigar pelo rebaixamento até a última rodada. Mas aproveitou que o adversário é o Avaí para conquistar três pontos e subir na tabela. NOTA  5

Comentário Fábio Machado – Foto: arte/ndonline

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo