Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Calculadora e a “mística” da camisa do Avaí evocada para tentar a reação

A maior demonstração de que a situação está complicada na tabela de classificação de uma equipe, é quando, além da necessidade desesperada pela vitória, a calculadora entra em cena para cálculos e projeções.

No Avaí, além das contas, a mística da camisa azul e branca foi evocada pelo treinador Evando Camilatto ontem na entrevista coletiva.

Vale tudo nessa hora de desespero.

Se lá atrás, a diretoria, junto com o departamento de futebol, não fez um mínimo esforço para qualificar a equipe para o brasileiro, mesmo com observações diárias aqui na coluna de que a coisa não iria terminar bem, Evando recorre ao fator emoção para que o grupo de jogadores do Avaí busque nessa noite, diante do Internacional no estádio da Ressacada, o primeiro dos muitos milagres que precisa para que o time catarinense permaneça na primeira divisão.

É o que resta, e o treinador sabe disso.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo