Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

CRUZEIRO 0 X 0 AVAÍ: Nota dos jogadores e avaliação do treinador Evando

VLADIMIR – Quando exigido, apareceu com boas defesas. NOTA 7

LOURENÇO – Uma partida satisfatória no seu setor. Nada além disso.  NOTA 6

MARQUINHOS SILVA – Em campo honrou a camisa. Anulou o ataque do Cruzeiro. NOTA 7

KUNDE – Apesar de algumas aparições estabanadas, foi um bom companheiro para o Marquinhos Silva. NOTA 6

IGOR FERNANDES – Não dá para exigir muito. Regular na marcação apenas isso. NOTA 5

LUANDERSON – A sua escalação como titular do Avaí explica muita coisa na campanha. NOTA 5

(WESLEY) – Entrou no final para fechar ainda o time do Avaí. Conseguiu. NOTA 5

PEDRO CASTRO – Corre muito, mas é inútil para a equipe. Mas é um eterno titular na Ressacada. Mistério do sul da ilha.  NOTA 4

RICHARD FRANCO – Em uma partida que a sua equipe ficou presa no setor de defesa sem a obrigação de criar. Cumpriu a sua parte. NOTA 6

(MATHEUS LUCAS) – Entrou no final. SEM NOTA

CAIO PAULISTA – Tentou através da velocidade criar alguma coisa. Muito individualista.  Apenas isso. NOTA 6

VINÍCIUS ARAÚJO – Se marca o gol de bicicleta ganharia uma nota dez. Mas vai ficar com o seis. NOTA 6

LUAN PEREIRA – Tentou alguma coisa no primeiro tempo. Depois ficou solitário no setor do meio de campo. Dormiu em campo?  Foi substituído. NOTA 5

(MATHEUS BARBOSA) – Entrou, correu e teve uma oportunidade de cabeceio na área do Cruzeiro. NOTA 6

EVANDO – Apostou na retranca diante de adversário vulnerável. Saiu comemorando o primeiro ponto como se fosse um título de campeonato para vergonha do seu torcedor.  NOTA 5

CRUZEIRO – Um time desorganizado, desmontado e sem identidade. Vai brigar contra o rebaixamento. NOTA 5

Comentário sobre o empate do Avaí. CLIQUE AQUI

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo