Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Pintado precisa corrigir o time em campo e o ânimo dos jogadores do Figueirense

O  treinador Pintado nunca esteve na minha lista de preferidos para assumir o time do Figueirense.

A sua contratação foi uma grande surpresa, para este colunista, assim como também para grande parte da torcida. Até porque a sua chegada foi exatamente após uma vitória do alvinegro depois de 19 rodadas e, naquele momento, tudo indicava que o “interino” Márcio Coelho ganharia a confiança e assumiria o comando da equipe até o final da série B.

O treinador tem errado, e não é pouco: tem feito opções equivocadas antes e durante as partidas.

Com isso – mesmo com as limitações técnicas do time – o Figueirense tem desperdiçado rodada a rodada a chance de conquistar vitória diante de adversários diretos e sair da zona do rebaixamento.

Além dos ajustes da equipe para os cincos jogos restantes do campeonato brasileiro – e que não são poucos, o estado de ânimo dos atletas também precisa de uma atenção especial.

No empate diante do Vila Nova na terça no Scarpelli, vários jogadores saíram de campo com o semblante de desânimo e incomodados com as vaias.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo