Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Quanto menor a divisão no futebol brasileiro, maior é o tom de preocupação dos clubes

Quanto menor a divisão do campeonato brasileiro – e também menor as divisões dos campeonatos estaduais-, maior é o tom de preocupação e angústia dos dirigentes por causa da quarentena.

Não é à toa que os clubes estão se formando em blocos para reivindicar e pleitear ajuda da CBF – Confederação Brasileira de Futebol. Nas semanas anteriores, os times da Série A, B e C colocaram a boca no trombone. Nesta semana foi a vez dos 68 times que disputam a série D.

A preocupação é ampliada pelas dificuldades que essas equipes encontram nessa competição: menores valores financeiros, menos patrocínios e pelo nível técnico dos adversários, jogos com público reduzido, já que a primeira fase será regional.

Três equipes do futebol catarinense participam da quarta divisão: o Joinville, o Marcílio Dias e o Tubarão e, se quiserem sair desse “inferno” não existe outro jeito e outra forma. A saída é imitar no gramado o caminho traçado por outra equipe aqui do estado, o Brusque que foi o campeão da edição do ano passado e agora vai disputar o brasileiro da Série C.

.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo