Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.

Quase , Figueirense. Quase!

QUASE, FIGUEIRENSE

Foi por pouco. Quase que o Figueirense quebrou a sequência de dezessete partidas sem vitória neste noite de terça(08) diante do Botafogo-SP, time treinado pelo Hemerson Maria.

Um empate amargo, até porque a vitória esteve muito próxima, mas se tivesse que ter um vencedor na partida teria que ser o alvinegro que realizou um bom jogo, segurando o adversário que vinha de goleada na rodada anterior.

O Figueirense, mesmo sem ser brilhante, evitou que o adversário pressionasse e martelasse o sistema de defesa do time catarinense.

Quando isso acontecia, a bola chutada parava nas mãos no goleiro Pegorari, o novo dono da posição no estádio Orlando Scarpelli.

O resultado diante do momento na tabela – e pelo pênalti desperdiçado pelo Andrigo no final da partida – não foi bom, mas o futebol apresentado traz esperanças de reação na luta contra o rebaixamento na Série B.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo