Na homenagem a Luiz Henrique, uma previsão para 2018 se ele estivesse vivo

Logo após a longa homenagem ao ex-governador Luiz Henrique, ocorrida no inicio da tarde desta segunda-feira, ainda no prédio da recém inaugurada escola que leva seu nome, líderes de vários partidos ouvidos pela coluna concordaram que, se fosse candidato a governador, o PMDB, PSDB, PSD e PSB estariam unidos em 2018. Antes de falecer, em 10 de maio de 2015, Luiz Henrique teria confessado que aceitaria concorrer a governador desde que os quatro partidos estivessem juntos. Sua morte acabou com esta aliança e impediu que tivesse, provavelmente, uma vitória consagradora na sua terceira eleição ao governo no próximo ano.

Duas lideranças do PSDB lembraram que Paulo Bauer jamais disputaria uma eleição contra Luiz Henrique, que foi o seu “padrinho político” na sua vitória na eleição para senador. Quando os comentários sobre uma possível (terceira) candidatura de Luiz Henrique ao Palácio Santa Catarina estavam crescendo, Raimundo Colombo disse ao deputado estadual Darci de Matos (PSD), naquela época, que não poderia estar em lado contrário de Luiz Henrique na eleição. Seria repetida a “tríplice aliança”, desta vez mais ampliada com a adesão de outros partidos.

Adversários

O cenário de 2018 seria Luiz Henrique contra o PP de Esperidião Amin e o PT de que tivesse coragem de disputar a eleição para governador, resumiu um secretário de Estado. “Seria uma vitória com uma diferença jamais vista na história”, concluiu.

Almoço

Além do Ministro Mendonça Filho (Educação), participaram da homenagem na nova escola do bairro Parque Guarani o governador Raimundo Colombo, prefeito Udo Döhler, os três senadores catarinenses, Paulo Bauer (PSDB), Dário Berger (PMDB) e Dalírio Beber (PSDB); os deputados federais Mauro Mariani (PMDB) e Marco Tebaldi (PSDB), quatro dos cinco deputados estaduais de Joinville (o único ausente foi Kennedy Nunes), quatro secretários estaduais, a maioria dos vereadores, secretários do município e todos os principais ocupantes de cargo do Estado em Joinville. Depois da solenidade, o ministro, governador e prefeito foram recebidos para um almoço na residência de Ivete Appel da Silveira, viúva de Luiz Henrique.  

Recuperação

O vereador Richard Harrison (PMDB) foi submetido a uma cirurgia renal no Hospital Dona Helena. Por ter um breve período de recuperação, não pediu licença da Câmara de Vereadores de Joinville.

Empresário

Presidente de uma grande indústria de alimentos de Blumenau já está em campanha para deputado federal pelo PMDB. Ericson Luef, 41 anos, da quinta geração da família Hemmer, já está formalizando parcerias em Joinville. Pelo menos um pré-candidato a deputado estadual já acertou uma “dobradinha”. Ericson é presidente da Hemmer Alimentos.

Estado grave

Até o final da tarde desta segunda-feira, continuavam internadas em estado grave na UTI as duas vítimas do grave acidente na SC-416, ocorrido no início da noite em Itapoá, quando morreram cinco pessoas da mesma família.

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo

Nenhum conteúdo encontrado