Senado aprova o maior financiamento da Prefeitura de Joinville

Sinal verde para uma das  maiores obras urbana da história de Joinville. O último obstáculo foi superado na tarde desta terça-feira (10) com a aprovação da contratação de crédito externo, com a garantia da União, de US$ 40 milhões entre a Prefeitura de Joinville e o Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata. O financiamento de aproximadamente R$ 160 milhões será destinado à construção da ponte que ligará os bairros Adhemar Garcia e Boa Vista, separados por um braço da baia da Babitonga,

Coma aprovação do Senado, técnicos do Fonplata e da Prefeitura irão enfrentar dois desafios burocráticos: licenças ambientais e as licitações. Mesmo com o “dinheiro garantido”, não há como fazer uma previsão para o início desta ponte que já foi motivos de chacotas nas redes sociais por parte de críticos da administração municipal. Contudo, agora é uma questão de “quando” e não de “se ela será construída”. O prefeito Udo Döhler comentou recentemente com a coluna que está confiante em relação às licenças ambientais. Uma reportagem da RICTV Record de Joinville revelou, na érpoca, que a prefeitura esperava inaugurar a ponte em 2015.

Trânsito

De um lado deste braço da baia da Babitonga está a Tupy, a maior empregadora privada de Santa Catarina em um mesmo local. São mais de oito mil trabalhadores em três turnos. Do outro lado está o populoso bairro Adhemar Garcia, um dos maiores bairros operários de Joinville. Alguém que mora no bairro e trabalha na Tupy não leva menos de 45 minutos para chegar ao emprego de transporte público porque precisa passar antes por três bairros. Com a ponte, ele pode fazer o trajeto de bicicleta em menos de 15 minutos.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo