Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.

Dicas de viagem: encantos de Goiás, por Paulo Ricardo Campos

Atualizado

Paulo Ricardo Campos na cachoeira Lagoa Azul, em Pirenópolis – Foto: Divulgação/ND

Natural do município goiano de Itumbiara, na divisa com Minas Gerais, o artista plástico Paulo Ricardo Campos está radicado em Florianópolis há 14 anos. Esporadicamente, ele volta ao Estado natal para rever familiares e amigos e aproveitar cachoeiras e parques aquáticos. Veja as suas dicas de passeio, que incluiu também observar o céu à noite: “é lindo, diferente de tudo. Lá é muito plano, são quilômetros de planície, dá para ver bem as estrelas e a curvatura da terra”.

Pirenópolis

Cachoeira Lagoa Azul: de água verde-esmeralda e cascata pequena, fica na fazenda Bom Sucesso, e a trilha é curta e fácil. O preço é baixo, vale a pena passar o dia. Chegar cedo garante boas fotos, porque algumas piscinas naturais são pequenas.

Cachoeira do Abade: ou cachoeira da Sandy, como costumam brincar, porque a cantora gravou ali muitas cenas de uma novela. Com 22 metros de queda, fica a 16 quilômetros do Centro Histórico, sendo 11 quilômetros em estrada de terra. Ideal ir de camionete 4×4. Superdica é atravessar nadando até a queda d’água. Existe um grande vão atrás da cachoeira, é como se entrássemos  nela. Além de lindo,  é uma energia rara e primitiva que nunca senti antes. A sensação foi de encontrar uma terra perdida, como nos filmes de Indiana Jones.

Restaurantes: Pirenópolis é um dos polos gastronômicos de Goiás. Quase todos os restaurantes colocam mesas e cadeiras na calçada e na rua. Isto cria uma energia gostosa e leve, como se todos fizessem parte de uma grande família. Não existe qualquer formalidade. Não coma muito em único lugar, vale a pena ir parando onde mais lhe agradar.

Pratos típicos: arroz com pequi, pamonha, empadão, guariroba, paçoca de pilão e os doces das quitandas.

Caldas Novas

Parques aquáticos: quem curte parques aquáticos e águas termais não pode deixar de conhecer o Lagoa Termas Parque e a Eco Praia.

Lagoa Quente Hotel: próximo a esses parques. Outros hotéis ficam a alguns quilômetros, no Centro. O parque privativo tem piscinas hidrotermais para adultos e crianças, ofurôs termais, piscina semiolímpica e bar molhado. É uma delícia passar o dia e beber dentro das piscinas de água quente.​

Veja fotos na galeria abaixo. Clique na imagem pra ampliar.

Dicas de viagem: encantos de Goiás, por Paulo Ricardo Campos

Paulo Ricardo Campos na cachoeira Lagoa Azul, em Pirenópolis (GO) - Divulgação/ND

Paulo Ricardo Campos na cachoeira Lagoa Azul, em Pirenópolis (GO) - Divulgação/ND

Cachoeira do Abade, em Pirenópolis - Divulgação/ND

Cachoeira do Abade, em Pirenópolis - Divulgação/ND

Paulo Ricardo Campos na cachoeira do Abade, em Pirenópolis - Divulgação/ND

Paulo Ricardo Campos na cachoeira do Abade, em Pirenópolis - Divulgação/ND

Os irmãos Nayelle e Paulo Ricardo Campos em parque aquático de Caldas Novas - Divulgação/ND

Os irmãos Nayelle e Paulo Ricardo Campos em parque aquático de Caldas Novas - Divulgação/ND

Paulo Ricardo curtindo ofurô de águas termais com amigos, em Caldas Novas - Divulgação/ND

Paulo Ricardo curtindo ofurô de águas termais com amigos, em Caldas Novas - Divulgação/ND

Anoitecer em Pirenópolis - Divulgação/ND

Anoitecer em Pirenópolis - Divulgação/ND

Restaurantes de Pirenópolis, uma das cidades mais antigas de Goiás - Divulgação/ND

Restaurantes de Pirenópolis, uma das cidades mais antigas de Goiás - Divulgação/ND

Mais Conteúdo