Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.

Entrevista: Juliana Hames

Foto: Divulgação/ND

A paixão pelas plantas herdada da mãe preponderou em seu destino profissional. Juliana começou a estudar arte floral aos 12 anos, e já são 30 dedicando-se ao ramo, com premiação internacional, inclusive. Teve loja, frequenta e ministra cursos para leigos e profissionais, decora eventos e produz buquês artísticos. Quando surgiram os efeitos da pandemia, veio um insight: criou a Meditação Floral, movimento que proporciona reconexão interior ao mesmo tempo em que ajuda famílias em situação de vulnerabilidade.

De onde vem o interesse pelas flores?

Desde muito pequena, com quatro anos, tenho lembranças de estar envolvida no meio das flores. Minha mãe era apaixonada, colecionava orquídeas e bromélias. Fazíamos expedições em busca de novas espécies e vivíamos embrenhados na mata, fazendo trilhas. Acabei crescendo no meio da natureza, do orquidário, das flores e plantas, e por consequência também me apaixonei pela natureza e suas belezas.

Há quanto tempo trabalhas com elas?

Aos 12 anos fiz meu primeiro curso de arte floral, em São Paulo. Já são 30 anos trabalhando com as flores, pois nunca parei. Trabalhei na loja de minha mãe até os 26 anos e, logo após, tive minha loja própria. Mas me dediquei mais intensamente no ramo da decoração de eventos e aos cursos.

Foto: Divulgação/ND

Onde aprendeste a lidar com arranjos florais?

Minha primeira formação foi na Escola Iberoamericana de Arte Floral. Depois, fiz algumas especializações na Europa, como na Holanda, Itália e Alemanha. Tenho muitos cursos com professores internacionais, participo periodicamente de congressos e cursos para aperfeiçoamento, sou professora licenciada pela Abaf (Academia Brasileira de Artistas Florais).

Participaste de concursos ou salões do gênero?

Sim. Tenho títulos de primeiro, segundo e terceiro lugares em competições nacionais e ibero-americana. Recentemente, representei o Brasil e obtive o título de campeã na Gateway to The Americas Cup (Copa das Américas de Arte Floral), em Vancouver, Canadá. Um dos mais importantes na área, pois, com esse título, tenho o direito de representar o Brasil no mundial. Tenho muito orgulho desta conquista!

Qual a dica para fazer um arranjo bonito, harmonioso ou condizente com a ocasião?

Hoje temos uma gama de flores e cores muito vasta, e minha dica é: combine as cores primeiramente, procure combinar tons sobre tons para não errar, pois a cor é o que vemos primeiro. Um arranjo pode ser feito com as flores mais belas e nobres, mas se não estiver harmonioso em relação às cores você não vai ter um bom resultado. A base onde será feito esse arranjo também conta muito, e faz parte da composição. Precisa ser escolhida com cautela.

Juliana Hames no Gateway to The Americas Cup (Copa das Américas de Arte Floral), no Canadá – Foto: Divulgação/ND

Quais são os requesitos mais importantes para quem quer trabalhar neste meio?

Para mim, o mais importante e crucial é gostar das flores, saber como cuidá-las, estudar arte floral e também outras áreas no ramo das artes para isso servir de apoio na hora de criar a sua própria identidade, e também disciplina e força de vontade, praticar bastante para adquirir segurança na hora de criar seus arranjos.

Costumas incluir elementos locais em teus arranjos propositalmente, para dar uma característica regional ao resultado?

Gosto muito de utilizar elementos inusitados. Isso confere identidade ao meu trabalho. Faço expedições e resgato algumas preciosidades, como elementos descartados pela natureza – troncos, folhas desidratadas, raízes, sementes. Gosto muito de fazer trabalhos mais orgânicos e naturais.

Recentemente, concebeste um movimento chamado Meditação Floral. Qual o seu propósito?

Este movimento surgiu de uma necessidade pessoal. Tive alguns sentimentos estranhos no início da quarentena e uma enorme necessidade tanto de fazer algo em relação às flores, como também de ajudar quem estava passando mais dificuldades. Associei o benefício da meditação com as flores, pretendendo que todos pudessem ter aquela experiência. Um movimento que só faz o bem e só traz benefícios, para quem recebe e para quem doa!

Como funciona?

A pessoa adquire um mix de flores do dia escolhidas por mim no valor simbólico de R$ 50, sendo que metade vai para a compra de cestas básicas para ajudar comunidades em situação de vulnerabilidade. Pode ser presenteado também para quem está longe, como um carinho. O mix contém flores, folhagens e dois arquivos de áudio com a meditação guiada por mim e também uma playlist para a pessoa se entregar na energia do amor, e assim se reconectar com sua essência através das flores.

Foto: Divulgação/ND

Uma arte floral, além do aspecto estético, carrega junto uma mensagem de quem a confeccionou. Em que momento percebes que esta energia atingiu o cliente?

Quando recebo o feedback positivo de que o cliente se surpreendeu, quando vejo o brilho nos olhos de quem recebe as flores, quando recebo mensagem dos alunos de que meus ensinamentos e minha visão de vida através das flores os inspiraram e mudaram suas vidas… pois meu lema é surpreender e encantar e minha missão é florir.

Veja abaixo galeria de fotos. Clique na imagem para ampliar.

Entrevista: Juliana Hames

Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames e suas alunas - Divulgação/ND

Juliana Hames e suas alunas - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Arte floral de Juliana Hames - Divulgação/ND

Juliana Hames com uma modelo vestida por ela - Divulgação/ND

Juliana Hames com uma modelo vestida por ela - Divulgação/ND

Mais Conteúdo