Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.

Ferinas: a arrogante, o cachorro e o beach club

Mais clichê não poderia: linda, loira, batom e esmalte rosas, microssaia com brilho, Lulu da Pomerânia branco na coleira e uma bigorna de arrogância a pesar sobre os cílios.

Sabe aquela pessoa que acha que nasceu para ser servida? Foi assim que ela chegou à tarde no beach club.

Ao ser informada que o animal não poderia entrar, descortinou seu lado barraco morro acima.

Não só fez um banzé na portaria, como criou a própria pista para brilhar. Abriu a porta do carro, ligou o som a mil e ficou dançando ali, na rua.

Teve gente achando que a Paris Hilton estava de volta à Ilha. Mas era uma versão tupiniquim muito da piorada, e que não se importava nem um pouco com os ouvidos do cachorrinho que tentava demonstrar amar tanto.

Mais Conteúdo