Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.

Kleber Franco, o Faísca, renuncia ao título de cidadão-samba de Florianópolis 2019

Atualizado

Kleber Franco, o Faísca – Rony Costa/Divulgação/ND

Deu chabu também no Carnaval da Ilha, e continua dando.

Neste ano, teve mudança de samba-enredo em cima da hora por suspeita de plágio, ensaios técnicos cancelados por causa da chuva, desistência de escola de samba e punição de outra por suposta intervenção na coirmã, bate-boca por causa de alteração na ordem do desfile e diretores de agremiações abandonando cargos, entre os problemas de sempre.

No final da manhã de hoje (20), a Liesf (Liga das Escolas de Samba de Florianópolis) comunicou oficialmente que Kleber Franco, o Faísca, renunciou ao título de cidadão-samba 2019 por discordar do fato de a entidade não ter viabilizado prêmio em dinheiro ao casal vencedor, tradicionalmente pago pela Prefeitura, que se eximiu desta vez.

A Liesf afirma que assumiu os custos das faixas dos vencedores, como também a de Jefferson Willian da Costa, o Nego Gê, que passou a hors concours depois de sete vitórias, mas não se comprometera com premiação.

A entidade anunciará um novo nome nos próximos dias para ocupar o posto até 2020.

Faísca, veterano da passarela, conquistou o título representando a Consulado. Já a cidadã-samba eleita foi Juliana Joy, que desfilou pela Copa Lord.

Mais conteúdo