Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.

Notas: container no calçadão / Florianópolis ou Floripa? / maratona de pintura

Atualizado

Enfim tiraram um container instalado junto à parede da Casa da Memória, onde permaneceu por vários dias, para vender camisetas de uma festa de Carnaval realizada no calçadão da rua Padre Miguelinho. Além de feio, a obstrução da visualização de bens artísticos e históricos tombados é proibida por lei, não?

***

Uns acham falta do que fazer, outros uma reparação histórica necessária. Mas, sem entrar no mérito, se mudarem o nome da Capital para Floripa, como quer um movimento organizado que tem trabalhando para isto, como seria chamado quem nasce aqui? Floripano, floripiano, floripense, floripóide, floripático, floripão, floripinha, floripista, floripoca, floripês, floripolense ou já muda para manezinho mesmo? Alzemi Machado sugere floripeiro (flor+tripeiro) e Alessandra Cavalheiro, floripânico.

***

Dias destes havia pelo menos quatro pessoas sentadas no entorno da praça Getúlio Vargas, no Centro da Capital, alternando os olhos entre os antigos casarios e a prancheta de desenho. Profissionais ou não, eram artistas registrando a memória da cidade. Faz anos, a Escola de Aprendizes-marinheiros de Santa Catarina promoveu em sua sede, no Jardim Atlântico, uma espécie de maratona para pintores. Seria ótimo se o município adotasse a ideia para um projeto anual com premiação. De fotografia, já tem, e é um sucesso.

Mais Conteúdo