Mercado

Blog com notícias e informações do mercado financeiro, econômico.

Duas empresas na disputa pelo Beto Carrero

Atualizado

O Parque Beto Carrero, em Penha, no Litoral Norte, está sendo disputado por dois possíveis compradores, informou o jornal O Estado de São Paulo. Além da rede de restaurantes Madero, o fundo americano Advent também está no negócio. A oferta do Madero é de R$ 1,1 bilhão. Já a proposta do Advent também está na casa do bilhão de reais. As negociações para a venda do complexo de entretenimento começaram no fim de novembro. Além do Madero e do Advent, o fundo de private equity (que compra participações em empresas) Carlyle mostrou interesse, mas acabou considerando o negócio de pequeno porte para seu portfólio, de acordo com uma fonte a par das conversas.

A compra do Beto Carrero seria estratégica para o Advent. No setor de turismo e entretenimento, o fundo detém 50% do Grupo Cataratas, que administra os parques nacionais das Cataratas do Iguaçu (PR), de Fernando de Noronha (PE) e da Tijuca (RJ), além do Zoológico do Rio de Janeiro. O Madero, por sua vez, recebeu em janeiro R$ 700 milhões ao vender uma fatia de 22% da empresa. Criada em 2005 pelo empresário Junior Durski, a rede foi avaliada em R$ 3 bilhões na época da operação. Com 175 lojas no País, o Madero deve encerrar o ano com mais 20 unidades, contando as marcas Madero, Jerônimo e Steak House.

O Estadão Conteúdo tentou contato com as duas empresas e o Beto Carrero. Madero e Advent não comentaram o assunto. A assessoria de imprensa do Beto Carrero não retornou até o fechamento desta edição.

Mais Conteúdo

Nenhum conteúdo encontrado