Mercado

Blog com notícias e informações do mercado financeiro, econômico.

Marinha do Brasil quer parceria com empresas catarinenses

Atualizado

A Marinha está à procura de parcerias empresariais para o desenvolvimento de produtos e fornecimento para a força naval brasileira. Integram o rol de projetos o fornecimento de coletes de proteção balística, sistemas integrados de gerenciamento de plataformas, de tintas anti-incrustantes (para proteção de cascos de navios e estruturas submersas contra fixação de organismos vivos) e de materiais à base de cerâmicas magnéticas nanoparticuladas. Os projetos foram apresentados hoje (15) a empresários catarinenses no Comitê da Indústria de Defesa da FIESC, em Florianópolis.

Necessidades da Marinha foram apresentadas para empresas catarinenses – Divulgação/NDO contra-almirante Paulo Roberto da Silva Xavier, assessor-chefe de Ciência, Tecnologia e Inovação da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, defendeu uma aproximação maior com o setor industrial de SC. “Temos muitas oportunidades para as indústrias catarinenses. Exemplo disso é a parceria com o estaleiro catarinense para a construção de quatro corvetas da classe Tamandaré. Temos um protocolo de intenções mútuas com a Fundação Certi e a UFSC. Podemos aproveitar a demanda e a força da Marinha para caminhar juntos, pelo bem comum”, afirmou.

“Vamos ter um ambiente específico para aproximar ainda mais as indústrias das demandas das Forças Armadas. Os militares atuarão em conjunto com o Observatório FIESC, otimizando o uso das informações sobre o setor industrial para identificar oportunidades”, informou o presidente do Comitê, Cesar Olsen.

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo