Mercado

Blog com notícias e informações do mercado financeiro, econômico.

Oferta de gás natural preocupa empresas catarinenses

Atualizado

A medida em que 2019 avança, a classe empresarial catarinense segue apreensiva em relação à oferta de gás natural e o encerramento do contrato com a Bolívia, previsto para dezembro. A possível entrada de um novo fornecedor, com um novo modelo de cobrança pelo combustível, que prejudica que está mais distante ou no fim da linha, cobrando valores mais altos, pode reduzir a competitividade da indústria catarinense e até mesmo inibir novos investimentos.

O setor já está se mobilizando para garantir que o gás natural continue sendo um diferencial para o Estado e não um problema. Uma das alternativas será o produto fornecido pelo projeto da norueguesa Golar Power, que recebeu em março a licença ambiental para se instalar em São Francisco do Sul e produzir GNL (Gás Natural Liquefeito) e seria convertido para gás natural industrial. Mesmo assim, também preocupa o preço do produto final. Sem o gás, ficará mais complicado recuperar o ritmo do período anterior à crise de 2014.

Mais conteúdo