Mercado

Blog com notícias e informações do mercado financeiro, econômico.

Oi busca novo posicionamento no mercado catarinense

Atualizado

A Oi está em busca de um novo posicionamento no mercado catarinense. O presidente da companhia, Eurico Teles, esteve nesta quarta-feira (19) em Florianópolis para conversar com colaboradores e clientes. A tele está aumentando os investimentos no Estado com foco na oferta de uma melhor experiência dos clientes. Mais de R$ 33 milhões já foram investidos somente em 2019, um aumento de 9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Além disso, foram abertas mais de 1,2 mil novas portas para o serviço de banda larga fixa. Em 2018, a empresa já tinha investido no estado mais de R$ 145 milhões, implantando sete novos sites de telefonia móvel e mais de 7 mil novas portas para o serviço de banda larga fixa. A Oi também está abrindo novas lojas com parceiros. Atualmente são 29 franquias e a previsão é de aumentar esse número em 30% ao longo do ano.

Estou muito feliz de estar hoje em Santa Catarina, em especial nesta linda cidade de Florianópolis, para conversar com nossos colaboradores, visitar lojas e estar em contato com clientes. Nossa companhia está reforçando os investimentos no estado, com um aumento de recursos de cerca 10% esse ano em relação ao mesmo período do ano passado. Já temos cobertura 4G em 50 cidades, somos a empresa que mais cresce em TV por assinatura e estamos estudando a ativação do serviço de fibra ótica de alta velocidade em Florianópolis.

Presidente da Oi Eurico Teles e o diretor de Mercado Varejo Sul, Giovani da Silva – Divulgação/ND

A Oi planeja investir R$ 7 bilhões de reais este ano no país, com foco na expansão de seu serviço de banda larga de fibra de alta velocidade (FTTH) e na rede 4G e 4,5G. Ao final de março, com o projeto de expansão de fibra de alta velocidade, a Oi alcançou um total de  1,7 milhão de casas passadas, com 145 mil clientes de fibra conectados, registrando uma taxa de ocupação de 8,7% das casas passadas.

Energia

Programas que auxiliam indústrias de pequeno, médio e grande portes a aumentar a eficiência energética serão apresentados em reunião da câmara setorial da FIESC, no dia 27 de junho, às 13h30, na sede da entidade, em Florianópolis. Entre eles destacam-se o programa de eficiência energética na indústria, da CNI, as soluções para pequenas e médias no âmbito do programa Brasil mais Produtivo, do SENAI Nacional, eficiência energética digital: inteligência artificial em indústria 4.0, além da valoração energética para resíduos industriais. No evento, a FIESC vai apresentar os resultados da pesquisa de gestão do uso de energia na indústria catarinense.

Confiança

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de Santa Catarina passou de 57,1 pontos em maio para 58,6 pontos em junho, mostra pesquisa da FIESC. O resultado foi influenciado pelo aumento das expectativas dos empresários em relação à economia. Os indicadores do ICEI variam de zero a cem pontos. Quando estão acima dos 50 pontos indicam empresários confiantes.

Mais conteúdo