Mercado

Blog com notícias e informações do mercado financeiro, econômico.

Reforma pode acabar com IPI, PIS,Cofins, ICMS e ISS

Atualizado

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara aprovou hoje (22) a  uma reforma tributária de autoria do próprio parlamento, que decidiu não esperar o envio do texto  que está em elaboração pelo governo. A proposta segue agora para análise  em uma comissão especial que ainda será instalada. O texto e é baseado nas ideias do economista Bernard Appy.

A proposta apresenta a unificação de cinco tributos – IPI, PIS, Cofins, ICMS e ISS – num único IBS (Imposto sobre Operações com Bens e Serviços), que deverá ser cobrado apenas no local onde o produto for consumido.

O prazo de transição para novo sistema seria de dez anos, de acordo com a proposta, com dois anos para testes e calibragem das alíquotas, e oito anos para a implementação integral das mudanças.

A proposta também acaba com a contribuição ao INSS que empresas pagam sobre a folha, que seria substituída por um imposto sobre meios de pagamento ou sobre um alíquota adicional no imposto único. (Com informações Estadão Conteúdo)

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo