Mercado

Blog com notícias e informações do mercado financeiro, econômico.

Santa Catarina registra menor taxa de desemprego do Brasil, segundo IBGE

Atualizado

Santa Catarina é o estado com a menor taxa de desocupação do País, segundo a PNAD Contínua Trimestral (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) do IBGE. O índice ficou em 6%. A segunda menor taxa ficou com Rondônia (6,7%) e a terceira com o Rio Grande do Sul (8,2%), um reflexo da condição do mercado de trabalho regional, que reagiu antes do que no restante do país, embalado pelo otimismo do setor empresarial.

O resultado representa alta de 0,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. – Marcelo Bittencourt/Arquivo ND

A taxa de desocupação do país no 2º trimestre de 2019, conforme a pesquisa, foi de 12%, caindo em ambas as comparações: -0,7 pontos percentuais (p.p.) frente ao primeiro trimestre de 2019 (12,7%) e -0,4 p.p. em relação ao mesmo trimestre de 2018 (12,4%). As maiores taxas foram observadas na Bahia (17,3%), Amapá (16,9%) e Pernambuco (16%).

Considerando-se as variações estaticamente significativas em relação ao trimestre anterior, a taxa recuou em 10 das 27 unidades da federação, permanecendo estável nas demais.

O IBGE apontou que quando o assunto é subutilização da força de trabalho, Santa Catarina aparece também com o menor percentual do país: apenas 10,7% da força de trabalho está desocupada ou é considerada “subocupada” (trabalhadores que laboram menos horas do que gostariam e teriam disponibilidade).

Santa Catarina ainda tem o menor percentual de pessoas desalentadas, que desistiram de procurar trabalho. Apenas 0,9% da força de trabalho se encontra nesta situação. Entre todos os empregados na iniciativa privada, o Estado tem o maior percentual de formalidade, com 87,6% dos trabalhadores com carteira assinada.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo