Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.

A Lava Jato foi derrotada pelo STF.

Atualizado

O tamanho da derrota saberemos na quarta-feira quem vem, quando for finalizado o julgamento que deu seis votos a favor da corrupção e três votos contra. Exagero? Não. É minha opinião. Por mais que se trata de uma questão processual onde o delatado deve falar depois do delator dando garantias de ampla defesa presenciamos, na verdade, na quinta-feira um julgamento que impactará diretamente nas condenações de envolvidos na Lava Jato alvejando a maior bandeira do combate ao desrespeito pelo pais. Várias ações revelam interesse em enfraquecer a LavaJato. Essa é mais uma delas onde poderão ser diretamente atingidas 32 sentenças envolvendo 142 condenados, que a partir de agora estão na expectativa da inocência imposta pela própria Justiça. Percebo que de algum tempo para cá em doses homeopáticas estão desconstruindo uma das operações mais emblemáticas que o pais presenciou, mandando ações para o Tribunal Eleitoral, impedindo o STF de alcançar politico envolvido em crime durante o mandato, abrindo para habeas corpus.Há sim um empenho visível e vergonhoso Pela primeira vez de forma efetiva figuras de alto poder aquisitivo e repercussão social e política, transitando com desenvoltura pelas instituições, ajoelharam diante da persistência de um grupo de procuradores e magistrados, entre eles, Sergio Moro, que não esmoreceu apesar das ameaças subterrâneas e dos constantes ataques, que não cessam. Não estamos nem de longe lidando com tropeços de conduta momentâneos, mas de quadrilhas bem estruturadas e enraizadas em várias esferas. E de bilhões e bilhões de reais. Agora é esperar o entendimento do que foi definido pela maioria dos ministros, a denominada modulação, ao seja, a régua do STF que determinará a forma de como será aplicada essa decisão. Tudo indica que deverá ser seguida a proposta da ministra Carmem Lucia onde houver contestação da defesa em Primeira Instância a sentença deverá ser anulada e aberto novo processo. Há os radicais, como Lewandosky, Gilmar Mendes e Marco Aurélio que apoiam a anulação de todas as condenação, para alegria dos corruptos de plantão. Porteira aberta, Se viu e ouviu de tudo depois dessa agressão ao país, mas o mais forte foi de que as instituições no Brasil continuam independentes, uma protegendo a outra. Não cria a CPI do LavaToga , que a gente por aqui alivia na LavaJato. Pode ser absurdo, mas é o que passa no sentimento de uma população que apostou e entregou a alma no novo, que apodreceu rapido.

Mais Conteúdo