Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.

Festa com dinheiro público

Os seis principais partidos políticos do Brasil que possuem mais da metade da representatividade no Congresso receberão praticamente a metade dos R$ 2 bilhões do Fundão, que se somaram o R$ 1.8 milhão, chegando quase R$ 4 bilhões só para os partidos. Teve sigla, até agora, que anunciou que não aceitará um centavo desse dinheiro, o partido novo. Mas vamos lá o PT vai colocar no bolso R$ 204 milhões. O PSL R$ 201 milhões. São os mais abastados na turma. Mas o MDB não ficará longe carregará R$ 151 milhões e o PP R$ 138 milhões. Eu estou excluindo os quebrados. O PSD terá à disposição R$ 136 milhões e o PSDB R$ 129 milhões.

Fica difícil

É inconcebível toda essa dinheirama sendo disponibilizada para partidos políticos organizarem suas campanhas e bancarem seus gastos, inclusive com advogados para defenderem suas ilegalidades eleitorais. E o presidente da Câmara , Rodrigo Maia, tentando justificar o Fundão alegando que estamos financiando a democracia. A democracia no Brasil não é do povo para o povo, mas do povo para um grupo de privilegiados de políticos… e assim a vida segue!

Mais Conteúdo

Paulo Alceu

Pois é , a reunião de hoje com representantes da Aprasc , para dar continuidade às negociações salariais […]