Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.

Governador em rota de colisão dentro do PSL. Há indicativos de deixar o partido

Atualizado

Comenta-se que o novo destino do governador seria o MDB. Embora haja uma forte pressão contrária dentro do partido, as conversas estão ocorrendo entre o governador e lideranças emedebistas. Moisés já foi do MDB. Caso ele saia ileso da CPI e o impeachment fique em banho-maria, não será impossível seguir com o MDB Mas com a garantia de não disputar a reeleição. Tudo isso porque o Governador entrou em rota de colisão no PSL. Esse foi o assunto entre parlamentares neste final de semana passado onde os celulares estavam tão quentes quanto a temperatura. Ocorre que o governador avaliava a possibilidade de Lucas Esmeraldino assumir a presidência da sigla. Isso irritou o deputado Fábio Schiochet que reagiu contrariado com esse movimento e acabou se atritando com o governador.

E esse imbróglio teve outra repercussão interna. Na quinta-feira passada Moisés dispensou o secretário de Relações Internacionais. Deve ser oficializado hoje. Derian Campos ficou do lado do deputado Schiochet , presidente do PSL. Clima tenso. Os deputados que estão acompanhando esse incêndio garantem que Esmeraldino e o governador continuam próximos e seguirão juntos. E há quem diga que tudo isso não passa de fumaça , pois Moisés deixando o PSL vai ter muitas dificuldade para se acomodar noutra sigla de projeção. Pois é ….

Mais Conteúdo