Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.

Não tem jeito

Atualizado

Foi feita uma minirreforma política visando organizar e restringir benefícios que contaminavam partidos e afetavam eleitores. Melhorou um pouco, mas mesmo esse pouco vem incomodando alguns caciques politiqueiros, que agora começaram a desmontar com projetos grande parte de tudo que foi aprovado. Está semana em votação na Câmara amenizaram punições eleitorais e afrouxaram regras. Volta inclusive a propaganda partidária no rádio e na TV. Outro ponto foi a flexibilização do uso do fundo partidário , que é de R$ 1 bilhão. Estão abrindo o leque para distribuição destes recursos proporcionado outras fontes de gastos. O fundo eleitoral não foi alterado mantém o R$ 1,7 bilhão, não conseguiram incluir mais R$ 2 bilhões devido à pressão popular, mas começaram a mexer os pauzinhos para que no Orçamento,no final do ano , incluam um valor próximo aos R$ 2 bilhões. Ou seja, apesar de todo o aperto financeiro do governo e das dificuldades cortando recursos para áreas como saúde, educação, infraestrutra , o Congresso continua perdulário em seus benefícios. Essa deboche ainda tem que passar pelo Senado

Mais Conteúdo

Paulo Alceu

Dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelam que oito pessoas desaparecem por hora no Brasil. De 2007 […]