Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.

Quando a crítica vira insulto

Atualizado

Insatisfeito com determinado serviço você pode se manifestar sem ofender. Quando uma manifestação rompe a barreira da opinião e avança na ofensa e agressão verbal se transforma em insulto pessoal passível a reparação. Foi o que ocorreu em Xanxerê. A juíza Lizandra Pinto de Souza, titular da 1ª Vara Cível condenou uma mulher a indenizar quatro servidores da Vigilância Sanitária. A mulher usou as redes sociais fazendo menção aos servidores chamando de “idiotas sem noção e sem vontade de trabalhar”, além de classificá-los de “cambada de vagabundos” que “ganham sem trabalhar”. Vai ter que pagar R$ 1 mil a cada um com juros e correção monetária. Tem um detalhe, o comentário não citava nomes , mas o grupo buscou reparação por danos morais e foi atendido pelo excesso da publicação. Facebook não é terra de ninguém , e críticas não significam ofensas e desrespeito.

Mais Conteúdo