Rota de Férias

Blog prático para viajantes! Roteiros de viagens e dicas de passeios no Brasil e no mundo, de acordo com o número de dias de estadia e com indicação de especialistas em turismo.

Como é navegar na Amazônia a bordo do barco Belle Amazon

Após uma ampla reforma num estaleiro em Alter do Chão – distrito situado a 37 quilômetros de Santarém, no Pará – e testes no Rio Tapajós, o barco Belle Amazon voltará a navegar pelos rios amazônicos. Com amplo espaço e serviços a bordo, a embarcação, que tem capacidade para transportar 18 passageiros, prima pela culinária e pelas atividades em terra.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Barco Belle Amazon

Com ponto de partida de Alter do Chão, o barco Belle Amazon percorre roteiros regulares e sob medida pelos rios da maior floresta tropical do mundo.

A proposta das duas empresas que administram a embarcação é que o passageiro faça uma imersão de forma respeitosa na floresta. “A ideia é que, nas atividades, o turista veja a realidade autêntica e sob múltiplos ângulos”, compara Pérol.

Tudo isso demanda conhecimento, conversa e muito respeito junto às comunidades. “A gente faz o contato, pergunta se eles querem receber viajantes e, com o sim, discutimos as atividades que podemos oferecer”, explica a gerente de Operações da Turismo Consciente, Keissiane Maduro. “Não é só a paisagem e as águas, há pessoas também e todos estão integrados”, afirma a profissional, que tem origem indígena – ela faz parte da etnia borarí, originária da região do rio Tapajós.

Espaço e exclusividade

Na embarcação, o luxo não se traduz em grifes, mas em itens como ar-condicionado, fundamental com as altas temperaturas da região o ano todo. Destacam-se também a variedade e o sabor da refeições, que sempre apostam no terroir amazônico.

Ao contrário da maioria dos barcos de turismo do mesmo tamanho que operam na região, o Belle Amazon tem ainda a vantagem de oferecer amplo espaço nas áreas públicas. No segundo convés, a sala de refeições comporta 18 pessoas. No terceiro, há uma ampla sala de estar, com bar, e uma área externa. Já no quarto e último, o passageiro pode desfrutar de um espaço totalmente aberto voltado ao banho de sol, com espreguiçadeiras.

Gastronomia

O barco Belle Amazon vai além da pensão completa com café da manhã, almoço e jantar. Quando há trilhas ou passeios longos, é providenciado um lanche. Todas as tardes, petiscos são servidos com água, refrigerantes, sucos, caipirinhas de cachaça e cervejas. Todas as refeições e bebidas estão incluídas na tarifa.

A responsável pela gastronomia é a experiente cozinheira Lilian Lobato. Nascida em Alter do Chão, ela trabalha há cerca de 20 anos nos barcos amazônicos. “Procuro fazer a comida típica do Pará, que muitos passageiros não conhecem, como pato no tucupi, tacacá e arroz paraense – cozido no tucupi, com camarão, jambu e castanha do pará – ”, conta.

O carro-chefe da cozinha é formado pelos peixes dos rios da Amazônia, como pirarucu, surubim, tambaqui, tucunaré, filhote e dourado. “Antes do embarque, porém, solicitamos aos passageiros que preencham uma ficha com suas restrições alimentares, para evitarmos desconfortos durante a viagem”, destaca Keissiane.

A comida também pode ser degustada fora do barco. Dependo das condições climáticas, há a possibilidade de uma refeição ser servida numa praia fluvial. Uma grande produção é montada para criar uma experiência diferente para o passageiro. Travesseiros e velas são usados para gerar uma atmosfera especial.

Assim, os passageiros podem jantar numa praia de rio, com cardápio local. Logo após o jantar, a tripulação deixa a praia limpa, da mesma forma que encontrou.

Reforma do barco Belle Amazon

Originalmente chamado de Capitão Oliveira quando estreou no rio Negro, em Manaus, no início da década de 1990, o barco Belle Amazon necessita de manutenção a cada quatro ou cinco anos, por ser construído 100% de madeira de lei.

Na última reforma, a embarcação ficou quatro meses parada no estaleiro. Os motores e tanques de combustível foram revisados, e a pintura, renovada. Em relação à madeira do casco, que é dupla para dar mais segurança, boa parte foi trocada. A espécie usada, a itaúba, é bastante resistente e natural da região amazônica. A decoração, por sua vez, recorre a peças de artesanato original das comunidades amazônicas.

LEIA MAIS: VIAGEM À AMAZÔNIA TERMINA COM ESTILO EM ALTER DO CHÃO
DESCUBRA AS MARAVILHAS NATURAIS DO PARÁ

Como novidade tecnológica, foi instalado um telefone via satélite, para ligações de emergência. O item faz toda a diferença, pois a rede de celular nem sempre funciona durante a viagem – sobretudo nas área mais isoladas.

“A reforma foi realizada de olho na segurança da embarcação e no conforto dos passageiros e da tripulação, respeitando sempre o design e a história do barco”, conta o administrador da Cap Amazon, Jean-Philippe Pérol. Vale destacar que o barco é um dos raros de turismo na região do rio Tapajós que oferece cabines com camas, ar condicionado e banheiros de uso exclusivo.

No comando da embarcação está o capitão Alan Gilberto Barros Maia, o “Gil”, de 44 anos de idade e mais de 25 anos à frente do timão de navios na Amazônia.

Próxima saída

O próximo cruzeiro regular do barco Belle Amazon será realizado entre 19 e 22 de dezembro de 2019, em Alter do Chão. O barco navegará pelos rios Tapajós e Arapiuns. Entre outras atividades, haverá visitas a comunidades indígenas e ribeirinhas e banhos de rio em lugares de tirar o fôlego.

O pacote inclui traslados terrestres (Aeroporto de Santarém/Alter do Chão/Aeroporto de Santarém), quatro diárias de hospedagem em cabines com ar-condicionado, pensão completa durante a navegação, bebidas, passeios e taxas comunitárias de visitação, anfitrião a bordo, e kit de amenities biodegradáveis. Não inclui passagens aéreas.

Valores por pessoa

O barco Belle Amazon integra o grupo da Cap Amazon Tropical Marketing, agência de marketing e comunicação, e é operado pela agência de viagens Turismo Consciente. Confira os valores:

Cabine single – R$ 7.150; cabine dupla – R$ 4.760; terceiro passageiro – R$ 3.560.

25 destinos naturais mais lindos do Brasil

Não é preciso sair do país para encontrar paisagens repletas de belezas conservadas. Os destinos naturais mais lindos do Brasil contam com opções variadas, desde chapadas a praias espelhadas por diversos estados. Se você quer aproveitar as próximas férias em contato com a natureza, confira a lista que o Rota de Férias preparou com os 25 destinos naturais mais lindos do Brasil.

25 destinos naturais mais lindos do Brasil - Fernando de Noronha - Roberto Garrido on Visual hunt / CC BY - Roberto Garrido on Visual hunt / CC BY/Rota de Férias/ND

25 destinos naturais mais lindos do Brasil - Fernando de Noronha - Roberto Garrido on Visual hunt / CC BY - Roberto Garrido on Visual hunt / CC BY/Rota de Férias/ND

Fernando de Noronha - Leandro Macedo Gonçalves on Visual Hunt / CC BY-NC - Leandro Macedo Gonçalves on Visual Hunt / CC BY-NC
/Rota de Férias/ND

Fernando de Noronha - Leandro Macedo Gonçalves on Visual Hunt / CC BY-NC - Leandro Macedo Gonçalves on Visual Hunt / CC BY-NC /Rota de Férias/ND

Floresta Amazônica - EduardoDuarte on VisualHunt.com / CC BY-ND - EduardoDuarte on VisualHunt.com / CC BY-ND
/Rota de Férias/ND

Floresta Amazônica - EduardoDuarte on VisualHunt.com / CC BY-ND - EduardoDuarte on VisualHunt.com / CC BY-ND /Rota de Férias/ND

Floresta Amazônica - Luísa Mota on Visual hunt / CC BY-NC-SA - Luísa Mota on Visual hunt / CC BY-NC-SA
/Rota de Férias/ND

Floresta Amazônica - Luísa Mota on Visual hunt / CC BY-NC-SA - Luísa Mota on Visual hunt / CC BY-NC-SA /Rota de Férias/ND

Dunas de Genipabu - Leandro's World Tour on VisualHunt / CC BY - Leandro's World Tour on VisualHunt / CC BY
/Rota de Férias/ND

Dunas de Genipabu - Leandro's World Tour on VisualHunt / CC BY - Leandro's World Tour on VisualHunt / CC BY /Rota de Férias/ND

Dunas de Genipabu - Tanozzo on VisualHunt / CC BY - Tanozzo on VisualHunt / CC BY
/Rota de Férias/ND

Dunas de Genipabu - Tanozzo on VisualHunt / CC BY - Tanozzo on VisualHunt / CC BY /Rota de Férias/ND

Cataratas do Iguaçu - Nuria J.B. on Visual hunt / CC BY-NC-SA - Nuria J.B. on Visual hunt / CC BY-NC-SA
/Rota de Férias/ND

Cataratas do Iguaçu - Nuria J.B. on Visual hunt / CC BY-NC-SA - Nuria J.B. on Visual hunt / CC BY-NC-SA /Rota de Férias/ND

Cataratas do Iguaçu - Deni Williams on Visual hunt / CC BY - Deni Williams on Visual hunt / CC BY
/Rota de Férias/ND

Cataratas do Iguaçu - Deni Williams on Visual hunt / CC BY - Deni Williams on Visual hunt / CC BY /Rota de Férias/ND

Chapada Diamantina - A. Duarte on Visual hunt / CC BY-SA - A. Duarte on Visual hunt / CC BY-SA
/Rota de Férias/ND

Chapada Diamantina - A. Duarte on Visual hunt / CC BY-SA - A. Duarte on Visual hunt / CC BY-SA /Rota de Férias/ND

Chapada Diamantina - MastaBaba on Visualhunt.com / CC BY-NC - MastaBaba on Visualhunt.com / CC BY-NC/Rota de Férias/ND

Chapada Diamantina - MastaBaba on Visualhunt.com / CC BY-NC - MastaBaba on Visualhunt.com / CC BY-NC/Rota de Férias/ND

Porto de Galinhas - a l o b o s on VisualHunt / CC BY-NC-ND - a l o b o s on VisualHunt / CC BY-NC-ND
/Rota de Férias/ND

Porto de Galinhas - a l o b o s on VisualHunt / CC BY-NC-ND - a l o b o s on VisualHunt / CC BY-NC-ND /Rota de Férias/ND

Porto de Galinhas - Caduuu on VisualHunt / CC BY-NC - Caduuu on VisualHunt / CC BY-NC/Rota de Férias/ND

Porto de Galinhas - Caduuu on VisualHunt / CC BY-NC - Caduuu on VisualHunt / CC BY-NC/Rota de Férias/ND

Gruta da Lagoa Azul - Fernando Stankuns on Visual Hunt / CC BY-NC-SA - Fernando Stankuns on Visual Hunt / CC BY-NC-SA
/Rota de Férias/ND

Gruta da Lagoa Azul - Fernando Stankuns on Visual Hunt / CC BY-NC-SA - Fernando Stankuns on Visual Hunt / CC BY-NC-SA /Rota de Férias/ND

Gruta da Lagoa Azul - PACO POMARES on Visual Hunt / CC BY-NC-SA - PACO POMARES on Visual Hunt / CC BY-NC-SA
/Rota de Férias/ND

Gruta da Lagoa Azul - PACO POMARES on Visual Hunt / CC BY-NC-SA - PACO POMARES on Visual Hunt / CC BY-NC-SA /Rota de Férias/ND

Monte Roraima - Paulo Fassina on Visual hunt / CC BY-SA - Paulo Fassina on Visual hunt / CC BY-SA
/Rota de Férias/ND

Monte Roraima - Paulo Fassina on Visual hunt / CC BY-SA - Paulo Fassina on Visual hunt / CC BY-SA /Rota de Férias/ND

Monte Roraima - Peter Fenďa on Visualhunt / CC BY-NC-ND - Peter Fenďa on Visualhunt / CC BY-NC-ND/Rota de Férias/ND

Monte Roraima - Peter Fenďa on Visualhunt / CC BY-NC-ND - Peter Fenďa on Visualhunt / CC BY-NC-ND/Rota de Férias/ND

Canoa Quebrada - Priscilla_Silveira on VisualHunt / CC BY - Priscilla_Silveira on VisualHunt / CC BY
/Rota de Férias/ND

Canoa Quebrada - Priscilla_Silveira on VisualHunt / CC BY - Priscilla_Silveira on VisualHunt / CC BY /Rota de Férias/ND

Canoa Quebrada - djetsum on Visualhunt / CC BY-NC-SA - djetsum on Visualhunt / CC BY-NC-SA
/Rota de Férias/ND

Canoa Quebrada - djetsum on Visualhunt / CC BY-NC-SA - djetsum on Visualhunt / CC BY-NC-SA /Rota de Férias/ND

Maracajaú - mgharris on Visual hunt / CC BY-NC-ND - mgharris on Visual hunt / CC BY-NC-ND
/Rota de Férias/ND

Maracajaú - mgharris on Visual hunt / CC BY-NC-ND - mgharris on Visual hunt / CC BY-NC-ND /Rota de Férias/ND

Maracajaú - deltafrut on Visualhunt.com / CC BY - deltafrut on Visualhunt.com / CC BY
/Rota de Férias/ND

Maracajaú - deltafrut on Visualhunt.com / CC BY - deltafrut on Visualhunt.com / CC BY /Rota de Férias/ND

Arquipélago de Abrolhos - Julie Edgley on VisualHunt / CC BY-SA - Julie Edgley on VisualHunt / CC BY-SA
/Rota de Férias/ND

Arquipélago de Abrolhos - Julie Edgley on VisualHunt / CC BY-SA - Julie Edgley on VisualHunt / CC BY-SA /Rota de Férias/ND

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo