União da Ilha da Magia

Grupo Especial

Ouça o samba-enredo da União da Ilha da Magia

 

Clique aqui para baixar.

 

O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba União da Ilha da Magia, carinhosamente chamada de UIM, teve sua fundação no dia 13 de maio de 2008, na Praça Bento Silvério, na Lagoa da Conceição. Pode parecer uma história recente, mas a escola de samba da Lagoa da Conceição surgiu em 1993 com a criação de uma Bateria Show, chegando a se apresentar nos concursos de rainha do Carnaval de Florianópolis. O sucesso foi tão grande que no dia 13 de maio de 2000, a então Bateria Show se tornou o Bloco Carnavalesco União da Ilha da Magia, com as cores verde, branco e ouro, trazendo como seu maior símbolo, a gaivota real, ave muito comum na Lagoa da Conceição.

Em 2006, depois de anos promovendo arrastões na Lagoa e considerado um dos mais estruturados e maiores blocos carnavalescos de Florianópolis, os diretores da UIM uniram-se a outras entidades e convenceram os administradores da prefeitura que era preciso resgatar e incentivar a criação de um concurso pisou na passarela com quase mil pessoas e levou o título de campeão, assim como nos dois anos seguintes, obtendo o tricampeonato (2006, 2007 e 2008) no concurso.

O carnaval de 2008 terminou e o terceiro título consecutivo conquistado pela UIM foi decisivo para que, após muitas conversas, houvesse a transformação em escola de samba. A cerimônia de fundação ocorreu no dia do seu aniversário, 13 de maio, na Praça Bento Silvério, na Lagoa da Conceição, palco de toda a história da nova escola de samba-enredo “A Lagoa dos meus sonhos”. No ano seguinte, conquistou o seu primeiro vice-campeonato com o enredo “A magia dos Deuses”. Em 2011, com o enredo “Cuba sim! Em nome da verdade”, em 2012 se tornou bicampeã do carnaval de Florianópolis apresentando Itália, com o enredo “Una bella Storia”.

A União ainda conta com mais um vice-campeonato, em 2015, com o tema “Adoradores do sol nas Jacqueline Silva, nativa na Barra da Lagoa. Em 2016, com o enredo “Haiti – A pérola das Antilhas, o país mais Africano das Américas”, de mais um vice-campeonato, a escola teve uma punição e acabou sendo rebaixa- da para o Grupo de Acesso, esse que não foi realizado pelos dois próximos anos (2017 e 2018).

Em 2019, a União da Ilha da Magia resgatou um enredo seu da época de bloco, do ano de 2007 (ano do bi campeonato como bloco carnavalesco), falando sobre os ventos que passam pela Lagoa da Conceição e conquistou o título do Grupo de Acesso, voltando para o Grupo Especial no carnaval de 2020.