Bandeira Azul: conheça a estrutura da Lagoa do Peri, única certificada em Florianópolis

Com o problema de saneamento nas praias do Norte da Ilha, a Lagoa do Peri está com o espaço cada dia mais disputado

Com águas calmas e cristalinas, o Parque Municipal da Lagoa do Peri, no Sul da Ilha, em Florianópolis, está bem disputado nesta temporada. Além de ser um lugar tranquilo para crianças, o selo Bandeira Azul concedido ao local atrai banhistas que buscam nessa certificação a garantia de balneabilidade.

Flávio Tin/ND

Helena Poffo Araújo brinca com o filho Heitor na calmaria do parque

Durante o período de folia, houve grande procura por vagas no estacionamento, sombra, mesas para almoço e até um espacinho entre a grama e a areia da Lagoa. A personal trainer Helena Poffo Araújo, 31, aproveitou a folga no Carnaval para brincar no stand up paddle com o filho Heitor, de dois anos, e o marido, Amauri Machado Araújo, 36.

A família vive no Campeche e vai com frequência à Lagoa, mas desde os avisos constantes de poluição nos mares da cidade, a preocupação com a praia onde levariam o bebê ficou maior. “Com certeza o fato de aqui ter a Bandeira Azul nos deixa mais tranquilos para levar o Heitor. Ele adora brincar na prancha, anda com a gente desde quando tinha um ano, e meu marido sempre vem praticar o stand up aqui”, conta Helena.

A bandeira, apesar de parecer escondida entre as árvores da Lagoa do Peri, é assunto que a maioria dos frequentadores tem conhecimento. A distinção é concedida às praias e marinas que cumprem os critérios de educação ambiental, segurança e equipamentos, qualidade da água e gestão ambiental. De águas doces, a Lagoa do Peri é o único balneário com o selo em Florianópolis.

Elaine Nogueira, 35, de Barreiros, em São José, passou a frequentar mais a Lagoa da Peri. Ela, o marido Fernando Gabriel e o filho Victor Nogueira, de um ano, iam constantemente à praia do Antenor, em Governador Celso Ramos, mas na última vez, viram a água escura, e ao pesquisarem no relatório da Fatma sobre o saneamento no local, viram que os últimos exames atentaram para poluição. “Mesmo sendo mais longe, ficamos mais tranquilos aqui. A água é calma e dá pra deixar meu filho mais livre brincando”, diz a mãe.

Vindos do Ceará há sete meses, e morando na Costeira, a família de Ivoneide Pinheiro da Silva, 18, normalmente vai de ônibus até o local e não precisa se preocupar com a falta de vagas de estacionamento, reclamação constante da maioria dos frequentadores. “Aqui é bom porque tem sombra, e as crianças ficam a vontade”, disse o marido dela, Fabio Costa.

Frequentadores aprovam infraestrutura

Com os problemas de poluição que foram divulgados no último mês na praia de Canasvieiras, o movimento nas praias do Sul da Ilha tem aumentado, segundo os guarda-vidas da Lagoa do Peri. Lucas Tuler, 21, e Natan Wiggers, 25, afirmam que com a proibição do churrasco no local, o fluxo de pessoas tinha diminuído bastante, além das ocorrências por afogamento alcoolizado, coma alcoólico e brigas. Os jovens revezam os turnos entre as praias da região e garantem que a Lagoa do Peri é tranquila e segura para quem quer curtir o dia em família. Devido à limitação feita com boias na lagoa – que tem profundidade de até 11 metros – poucas pessoas se arriscam no parque. “Acontecem mais casos de pessoas que caem das pranchas de stand up e não conseguem levantar, ou que vão buscar uma bola, e não dão conta de ir atrás ou sentem câimbras”, explicou Natan.

No último domingo, José Paulo, que aluga caiaques no local, bateu o recorde da temporada, chegando a 50 aluguéis de flutuantes. O pintor Jorge Pereira, 52, e a mulher Loiba, 50, são naturais de Rivera, na fronteira do Rio Grande do Sul, mas moram em São José há 30 anos. Há pelo menos 20, ele não ia até o parque. “A gente quase não sai de casa. Aqui a estrutura melhorou muito de 20 anos para cá, e está certo proibir o churrasco. Está tudo muito bom”, contou Jorge, que foi acompanhado dos amigos da igreja.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Carnaval

Loading...