É oficial: Berbigão do Boca abre o Carnaval de Florianópolis nesta sexta-feira

Com homenagens ao Rei Momo Hernani Hulk e à Ponte Hercílio Luz, festa começa ao meio-dia na avenida Paulo Fontes, em frente ao Largo da Alfândega, e vai até a meia-noite

Ao centro, o boneco de Aldírio Simões no desfile do Berbigão do Boca 2019 – Foto: Berbigão do Boca/Divulgação/ND

Os foliões que passarem pela avenida Paulo Fontes, no Centro de Florianópolis, nesta sexta-feira (14) vão aproveitar boa culinária, músicas carnavalescas e muitas outras atrações. O Berbigão do Boca, um dos maiores e mais tradicionais blocos de Carnaval da Capital catarinense, abrirá as festividades na cidade a partir do meio-dia. A programação encerra com o desfile de bonecos, que inicia às 19h. No ano em que completa 28 anos de história, o bloco irá homenagear o eterno Rei Momo Hernani Luís Barbosa, o Hernani Hulk, e a Ponte Hercílio Luz.

“Este ano, vamos fazer uma roda com quase 30 rendeiras tecendo a renda de bilro, para mostrar a tradição da nossa cidade”, conta o diretor e fundador do bloco Leonardo Garofallis. Ao longo da tarde, quatro bandas irão tocar diversos estilos de músicas de Carnaval — marchinhas, sambas-enredo, samba de raiz — no palco do evento. O festival gastronômico regado a berbigão começa às 13h e às 16h30 o prefeito Gean Loureiro entregará a chave da cidade para o Rei Momo, dando início ao Carnaval. Algumas novidades deste ano são as alas plus size e das ex-rainhas do Carnaval e do Berbigão do Boca.

Preparativos

Nesta segunda-feira, a prefeitura iniciou os preparativos para a festa. Parte do Largo da Alfândega foi cercada com tapumes e a estrutura onde ficará o palco, na avenida Paulo Fontes, já começou a ser montada. Para garantir a segurança dos foliões e motoristas, a via ficará fechada a partir da Praça Fernando Machado. Também será proibido estacionar no entorno da Praça 15 de Novembro nesta sexta.

Mesmo com as alterações, ônibus irão ter acesso ao Ticen – Foto: GMF/Divulgação/ND

O Berbigão do Boca foi fundado por sete amigos que queriam animar a cidade para o Carnaval. A inspiração para o nome foi outro bloco carnavalesco, o Bacalhau do Batata, de Olinda. Daí também veio a tradição dos bonecos. Ao todo, 40 pessoas já foram representadas nas esculturas feitas pelo artista plástico Allan Cardoso nessas quase três décadas. As homenagens são prestadas a figuras de destaque que têm relevância para o Carnaval e para a cultura popular de Florianópolis já falecidas.

Artista Allan Cardoso é responsável pela produção dos bonecos gigantes – Foto: Foto Flavio Tin/ND

Confira a programação do evento:

12h – Apresentação da corte do Carnaval 2020 e das novas alas;

13h às 16h – Festival gastronômico com prato de berbigão

16h – Prêmio Melhor “Berbigãozeiro” da Cidade

16h15 – Prêmio Amigo do Berbigão do Boca

16h30 – Entrega da chave da cidade para o Rei Momo

19h – Desfile