Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.


Notas: Fraternidade na campanha? > Eu me amo > Azul e rosa

Fraternidade na campanha?

A Campanha da Fraternidade 2020, lançada pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), tem como lema “Viu, Sentiu Compaixão e Cuidou Dele”, em referência à parábola do Bom Samaritano, descrita no Evangelho de Lucas. É bem inteligível a mensagem. Quem faz que não vê ou não chegou no segundo verbo, nada pode oferecer. Nestes tempos de ódio fácil, fica nítido o cristão que realmente segue o que professa ou só faz de conta.

***

Eu me amo

A idolatria já é perigosa por cegar, ensurdecer e emburrecer quem nutre admiração exagerada por outras pessoas. A autoidolatria é pior ainda, pois empurra ao isolamento quem não vê defeitos em si mesmo ou os perdoa sem um pingo de reflexão. Fazer chover confetes sobre a própria cabeça repele a todos. Chega a ser doentio o caso de amor com o espelho. Perceber isto vai doer, mas é necessário e eleva o espírito.

***

Azul e rosa

E a Acadêmicos do Sul da Ilha, hein? A escola de samba da Tapera, que completou 12 anos no dia 1° de fevereiro e desfilava como bloco até 2014, entrou no ano seguinte no grupo de acesso, do qual sai agora como campeã para ingressar na elite do grupo especial em 2021. A agremiação já tinha feito a rainha do Carnaval de Florianópolis, Lays Matias, e a madrinha da banda do Berbigão do Boca, Elizandra Cristina Silva. Foi o ano da azul e rosa.