Moacyr Gomes é eleito o novo presidente da Liesf

Ele substitui Fábio Botelho que estava no cargo desde 2018; o novo mandato irá até março de 2023

Às 20h49 desta quinta-feira (24), Moacyr Gomes, o “Cy”, foi anunciado como novo presidente da Liesf (Liga das Escolas de Samba de Florianópolis). Ele substitui Fábio Botelho que estava no cargo desde 2018. O novo mandato irá até março de 2023.

Caio Alexandre será o vice, Alexandre Waltrick ocupará o cargo de presidente do conselho deliberativo e Salomão Lobo fica à frente do Conselho Fiscal.

Moacyr Gomes é o novo presidente da Liesf – Foto: Anderson Coelho/ND

Anteriormente Gomes ocupava o cargo de presidente do conselho deliberativo da liga. A eleição foi decidida em chapa única. Cerca de 30 pessoas acompanharam o anúncio. Foi respeitado o distanciamento social.

No primeiro discurso no cargo, o novo mandatário afirmou se tratar de um dia muito especial. E disse “não ser o dono da liga” e que irá contar com o apoio de todos os presidentes das escolas de samba da Grande Florianópolis, que estiveram presentes no local durante o anúncio.

O novo presidente falou com a reportagem do nd+. Ele elogiou o trabalho do antecessor e diz que irá dar prosseguimento ao que “vem sendo bem feito”.

“Todo mundo sabe a situação da liga. A liga hoje não é mais um repassador de recursos financeiros para as escolas, então a gente está trabalhando como uma empresa que está começando do zero”, avaliou o novo presidente.

Possibilidade do carnaval de 2021

Questionado sobre a possibilidade de haver ou não carnaval em 2021, Gomes afirmou que ainda é cedo para dar um parecer sobre o tema e que aguarda com ansiedade a disponibilidade de uma vacina à população.

“Tem muita gente que me pergunta sobre o carnaval. Todo mundo tem um compromisso de dizer ‘nós vamos fazer carnaval sim’, a partir da hora que tenhamos uma vacina, que consiga vacinar o povo, que é um povo que está dentro de casa se cuidando”, pontuou.

O novo presidente ainda avaliou o trabalho que vem sendo realizado pelas escolas de samba da região mesmo diante do momento pandêmico.

“As escolas estão dando todo um apoio à comunidade. O antigo presidente trouxe os presidentes das escolas para que todas participassem do projeto que a prefeitura fez. As escolas fizeram máscaras, entregaram cestas básicas e medicação”, disse Gomes.

“Queremos dar continuidade ao trabalho junto com o poder público. É o momento de estarmos juntos”, completou.

Avaliação positiva

O agora ex-presidente Fábio Botelho avaliou o mandato de maneira positiva e elogiou a parceria com a Prefeitura de Florianópolis.

Fábio Botelho “passa o bastão” ao novo presidente da Liesf – Foto: Anderson Coelho/ND

Segundo Botelho, o maior desafio foi conseguir realizar os três carnavais dentro do mandato desde 2018. “O novo formato do carnaval teve como grande parceiro a Prefeitura de Florianópolis, que nos ajudou a criar um novo modelo com a iniciativa privada fazendo com que o carnaval fosse autossustentável”, explica.

A parte financeira da liga também foi elogiada pelo ex-presidente. “Tivemos três anos onde a liga das escolas de samba não contraiu nenhum real de dívida. As escolas se prepararam para receber seus recursos. Estamos hoje em um processo de transição muito feliz”, relatou.

O ex-presidente ainda desejou sorte ao sucessor, e afirmou que Gomes herdará um grande desafio à frente da liga.

“A equipe precisará de muita criatividade por parte das escolas e apoio do poder público. O atual prefeito tem sido um grande apoiador da nossa cultura. Acredito que tenhamos um grande futuro”, finalizou.

+

Carnaval