Saiba quais cidades de SC cancelaram os eventos de Carnaval após aumento de casos de Covid-19

Até dezembro de 2021 muitas cidades ainda estavam analisando a possibilidade de realizar os eventos

Com o aumento expressivo dos casos de Covid-19, situação provocada principalmente pela propagação da variante Ômicron, o Carnaval de 2022 foi cancelado em várias cidades de Santa Catarina.

Carnaval de 2019 foi o último celebrado pelos foliões antes da pandemia – Foto: Blocos SOS/Divulgação/NDCarnaval de 2019 foi o último celebrado pelos foliões antes da pandemia – Foto: Blocos SOS/Divulgação/ND

As festas estavam previstas para ocorrer entre 25 de fevereiro a 1º de março. Porém, além do maior contágio da Covid-19, uma nova gripe chamada H3N2 e a coinfecção pelos dois vírus, a flurona, tornaram a liberação para grandes eventos impossível.

Florianópolis

Na Capital do Estado, o prefeito Gean Loureiro (DEM) anunciou nas redes sociais, na terça-feira (4), o cancelamento do Carnaval na cidade.

“Para o Carnaval acontecer, o município precisaria já fazer um primeiro pagamento para as escolas se prepararem. Em meio a lotações de emergências e procura alta por testes, não faria sentido. Concentrar agora em contratar pessoal temporário e reforçar a testagem “, explicou Gean.

Balneário Camboriú

Por decisão do prefeito Fabricio Oliveira (Podemos), a Prefeitura de Balneário Camboriú anunciou o cancelamento do Carnaval, em um comunicado oficial.

Segundo o prefeito, a decisão foi tomada após orientação dos profissionais da saúde.

“Desde o primeiro semestre de 2021 , o evento estava sendo planejado em parceria com a Liga, porém o atual cenário não traz a segurança necessária que permita a continuidade dos preparativos”, explica Fabricio.

Itajaí

Em Itajaí, com o aumento de casos com sintomas respiratórios em todo o país e da busca por atendimento nas unidades de saúde, o Carnaval 2022 também foi cancelado.

O superintendente, Normélio Pedro Weber, explicou que até o último trimestre de 2021, a intenção da Fundação Cultural, órgão responsável pela organização do Carnaval no Mercado Público, era de manter o evento e fazer adequações.

“Em dezembro do ano passado, retomamos a discussão e nossa equipe decidiu pelo cancelamento por conta do perfil do Carnaval e pela situação ainda estar instável”, declarou Weber.

Laguna

Prefeitura de Laguna decidiu pelo cancelamento do Carnaval de rua e  blocos públicos em 2022 e manteve os eventos privados, desde que sigam o protocolo “Evento Seguro” do Governo do Estado.

“A vacinação geral da população é a nossa melhor chance para conseguir voltar com todas as atividades completas, para isso precisamos que todos estejam comprometidos em tomar a 1ª, 2ª e 3ª doses da vacina”, sinaliza o prefeito Samir Ahmad (PSL).

Serão permitidos os blocos de carnaval privados, porém sem saídas com trios elétricos e os organizadores devem apresentar planos de contingências, com exigência de vacinação dos participantes.

Porto Belo

Nesta terça-feira (11) a prefeitura de Porto Belo também anunciou a suspensão da programação de Carnaval. Segundo a prefeitura, a medida foi tomada visando a segurança da população e também dos turistas que estarão pela cidade durante o feriado.

“Estamos enfrentando mais uma onda de coronavírus e os números de casos ativos tem aumentado consideravelmente na cidade. Nós optamos por suspender a festa que estava programada, da mesma forma que suspendemos a festa de Reveillon. Temos certeza que teremos muitas outras oportunidades de festejar, mas agora, precisamos pensar na segurança de todos”, pontua a presidente da fundação da Cultura de Porto Belo, Cristiani de Jesus.

Navegantes

Em comunicado oficial, o prefeito de Navegantes, Liba Fronza (DEM), anunciou que a tradicional  Navegay e todas as festas da cidade foram canceladas. Segundo a prefeitura, os recursos que iriam ser destinados às festas serão aplicados na Secretaria de Saúde para combater a pandemia.

Oeste de SC

A cidade de Joaçaba tem um dos desfiles de Carnaval mais tradicionais do Oeste Catarinense, e pelo segundo ano consecutivo o evento não será realizado.

A Administração Municipal, em conjunto com integrantes da LIESJHO (Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d’ Oeste) adotaram a medida por conta do crescimento de casos de Covid-19 e o surgimento de novas variantes do coronavírus.

“Nós tomamos essa decisão devido ao aumento de casos de Covid-19 e o surgimento de novas variantes, que tem infectado muitas pessoas. Nesse momento não podemos ser irresponsáveis e precisamos pensar primeiramente na saúde da população”, falou o prefeito em exercício, José Otávio Caliari Filho (DEM).

Em Itá, o vice-prefeito Moacir Roberto Sartoretto (PODE) também anunciou o cancelamento do tradicional Carnaval Náutico do município, por conta da alta nos casos de coronavírus.

“Após reunião, achamos prudente cancelar o Carnaval em 2022. É uma ação de responsabilidade que a prefeitura precisa tomar para garantir que a saúde pública seja preservada”, ressaltou Sartoretto.

Locais com mais chances de transmissão em SC

Em nota, a SES (Secretaria de Estado da Saúde) alertou para o aumento dos casos de gripe e de Covid-19 no Estado. Segundo o órgão, a transmissão comunitária dos vírus é preocupante e as medidas de segurança devem ser fortalecidas para enfrentar este novo panorama sanitário.

Aeroportos, estações de ônibus, transportes públicos, postos de gasolina e paradas de descanso são considerados locais com mais chances de transmissão de vírus causadores de síndromes respiratórias em Santa Catarina.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...