Tudo pronto para o carnaval de rua em Joinville

O desfile será aberto pelos blocos, a partir das 18h de sábado, e segue com as escolas de samba na avenida Beira-rio

Carlos Junior/arquivo/ND

Acadêmicos do Serrinha será uma das escolas que vai participar do desfile

O Carnaval de rua de Joinville está confirmadíssimo, e neste sábado, mesmo sem os recursos financeiros do município, blocos e escolas farão da avenida Beira-rio a passarela do samba, a partir das 18h.

O ND mostrou na edição desta quarta-feira os preparativos das duas primeiras escolas que irão desfilar: Acadêmicos do Serrinha e Unidos do Caldeirão. Agora, conheça um pouco do que as outras quatro agremiações, Príncipes do Samba, Dragões do Samba, Fusão do Samba e União Tricolor, devem apresentar ao público.

O desfile, como já é uma tradição na cidade, será aberto pelo Afoxé Omilodê, que faz uma espécie de limpeza na avenida para a alegria passar. Em seguida, entram os blocos Grefaloucos, Borandá, Arca de Noé, Destak do Samba, União do Samba, Manda Brasa, Império Joinvilense e Carnaville.

Logo depois, lá pelas 21h50, devem entrar as escolas de samba. A atual campeã, GRES Unidos pela Diversidade, optou por não participar do desfile deste ano, por questões que vão desde a decisão tardia sobre a realização do desfile até a falta de recursos para a compra de materiais.

Este ano o desfile não é competitivo e em razão dos cortes nos recursos a Lecaj (Liga das Entidades Carnavalescas de Joinville) optou por continuar com a mesma corte, eleita para o Carnaval do ano passado. Continuam reinando a rainha Bruna Maria Cestrem; o rei Momo Andrei Michel de Oliveira; a 1ª princesa Fabiane Aparecida de Oliveira e a 2ª princesa Andriely Evelyn Braz.

Mesmo sem competição, a Lecaj impôs algumas regras para que o desfile fosse organizado. Alguns quesitos, como a presença de mestre-sala e porta-bandeira, baianas, bateria e comissão de frente, são exigidos pela liga.

A escola que não apresentar algum destes quesitos na avenida terá uma punição aplicada em forma de desconto no recurso do ano seguinte. O enredo também deverá ser próprio, e o número de componentes para o desfile deverá ser de, no mínimo, cem para as escolas.

Resgate da história da Azul e Branco

Arquivo/ND

Terceira a desfilar, escola traz samba que é um registro da própria trajetória

Segunda colocada no Carnaval do ano passado, a Escola Príncipes do Samba será a terceira a deixar sua marca na avenida em 2016. A Príncipes apresentará na avenida um samba de 1970, intitulado “A Azul e Branco chegou”, de autoria do mestre Eduardo Butiaco.

Segundo o presidente da escola, Deivison Garcia, este samba é um hino de resistência que marcou a história do Kênia Clube. “Nossa grande novidade é exatamente o samba-enredo. Ele é um registro muito importante na nossa história, porque fala do Kênia e do povo negro”, destaca.

Durante o ano, a Príncipes mobilizou a comunidade oferecendo cursos de formação de mestre-sala e porta-bandeira e de passistas. Para o desfile, a escola que completa 30 anos neste ano não levará alegorias, mas os principais setores estarão na avenida, como passistas, mestre-sala e porta-bandeira, a ala das baianas da Tia Fioca, a comissão de frente e a bateria Majestosa.

No ano passado, a Príncipes levantou o público com um samba divertido e grudento, cantando a Avenida Cubas, tradicional reduto de futebol e samba da cidade, e para este ano, assim como as demais, estava com um enredo pronto, porém irá guardá-la para o próximo Carnaval.

O presidente ainda não sabe dizer quantas pessoas desfilarão neste ano, mas destaca que todos irão com disposição para pular e se divertir. “Nós temos a responsabilidade de não deixar o Carnaval morrer e honrar os campeonatos em que fomos campeões”, conclui Deivison.

Belezas brasileiras

Divulgação/ND

Dragões do Samba está mobilizada para fazer bonito na avenida

A escola Dragões do Samba também está motivada a não deixar o samba morrer em Joinville. Para isso, a quarta escola a desfilar está mobilizada desde o ano passado para fazer, segundo o presidente Evandro Censi, o melhor desfile da Dragões.

E mesmo com a decisão do desfile não ser competitivo, a escola cumpriu a agenda de ensaios duas vezes por semana e, de acordo com o presidente, a responsabilidade dos quase 300 componentes será de levar a alegria para a avenida. “Nós estamos muito felizes, e a Dragões irá desfilar como se fosse um campeonato. É importante para fomentar a festa e também em respeito ao público que nos prestigia”, afirma.

O tema deste ano é “Ó Pátria Amada Brasil”, apresentando as belezas nacionais, como personagens importantes da história do país. A artista Carmem Miranda nasceu portuguesa, porém foi no Brasil que ela ganhou notoriedade mundial. A multiartista será uma das homenageadas pela Dragões.

A escola vem com todos os itens obrigatórios e apresenta este ano o bailarino da Companhia Jovem do Bolshoi Edward Nunes, que fará companhia a Katlen da Silva, como o casal de mestre-sala e porta-bandeira. No reinado da escola, Sibila Silva recebeu a faixa no último ensaio geral. “Nós já estamos no ritmo e será um baita Carnaval. E no domingo ainda vamos fretar um ônibus para levar alguns componentes para São Francisco do Sul e desfilaremos com a Unidos do Paulas”, conta Censi.

Alegria e colorido do circo no Carnaval

Carlos Júnior/Arquivo/ND

Fusão do Samba terá 250 componentes no desfile

A comunidade do Adhemar Garcia e do bairro Ulysses Guimarães tem a sua representante na avenida. A escola Fusão do Samba vai levar a alegria e o colorido do circo para o público. Com três alas montadas, a agremiação irá totalmente fantasiada e no clima do enredo de 2013.

De acordo com o presidente, Cristiano Machado, que assume a escola pela primeira vez, a Fusão irá com todos os principais itens e ainda terá a companhia do bloco Sassaricando. Além disso, a escola também tradicionalmente dá destaque às mulheres na bateria. “Nós estávamos organizando uma ala só, mas com o anúncio do desfile as pessoas começaram a nos procurar”, explica.

A Fusão irá com aproximadamente 250 foliões e, segundo Machado, o tema foi escolhido por meio de pesquisa entre os componentes da escola. E, coincidentemente, também foi levado à avenida em um ano em que não houve Carnaval competitivo. “Mesmo não tendo competição, em 2013 nós tivemos um dos melhores Carnavais da Fusão. O pessoal sempre lembra, por isso foi o escolhido”, afirma.

Nosso samba é preto, branco e vermelho

Carlos Júnior/Arquivo/ND

União Tricolor quer levar para o desfile 400 componentes com o apoio da torcida do JEC

Em seu segundo ano como escola de samba, a União Tricolor não quer perder a sua essência e irá para o desfile com toda a força da torcida apaixonada pelo Joinville Esporte Clube. O diretor-geral da escola, Rogério Machado, conta que fechará o desfile com aproximadamente 400 componentes, que serão embalados pelo primeiro samba-enredo, ainda do tempo em que a União era bloco.

O diretor explica que o samba intitulado “Minha alegria de viver” é de 2008, no tempo em que eram apenas um bloco, e que retorna após o anúncio de que as escolas não receberiam recurso para o desfile. Assim como a maioria, a União resolveu esperar para fazer algo novo no próximo Carnaval. “Nós tínhamos preparado outro enredo para este ano, só faltava executar. Seria a primeira vez que não falaríamos no JEC”, comenta.

Para abrir o desfile da escola, um pelotão com bandeiras será uma das demonstrações da devoção dos integrantes pelo tricolor. Na composição do desfile, a União ainda apresentará tripés, passistas, rainhas e os demais setores essenciais à formação de uma escola. “Vamos levar tudo o que existe em uma escola, mas não queremos perder nosso espírito de bloco.”

Ordem do desfile dos blocos e escolas de samba

18h: Afoxé Omilodê

18h25: Grefaloucos

18h50: Borandá

19h15: Arca de Noé

19h40: Destak do Samba

20h05: União do Samba

20h30: Manda Brasa

20h55: Império Joinvilense

21h20: Carnaville

Escolas de Samba

21h50: Acadêmicos do Serrinha

22h20: Unidos do Caldeirão

22h50: Príncipes do Samba

23h20: Dragões do Samba

23h50: Fusão do Samba

0h20: União Tricolor

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Carnaval

Loading...