Ferrari lança conversível 296 GTS híbrido; veja fotos

Com uma frente mais agressiva, o Ferrari SP48 foi projetado em prototipagem 3D, a chamada manufatura aditiva; conheça a novidade

Menos de 20 dias após lançar a Ferrari 296 GTS, um conversível superesportivo com motor V6 turbo de 663 cv conectado a um motor elétrico de 122 kW (167 cv), a Casa de Maranello apresenta, nesta sexta (6), o modelo único Ferrari SP48, produzido de acordo com os desejos de um único cliente.

Velocidade máxima alcança 330 km/h - Divulgação/ND
1 5
Velocidade máxima alcança 330 km/h - Divulgação/ND
Ferrari segue tendência de zero emissão de carbono - Divulgação/ND
2 5
Ferrari segue tendência de zero emissão de carbono - Divulgação/ND
Carro possui motor V6 turbo de 663 cv conectado a um motor elétrico de 122 kW - Divulgação/ND
3 5
Carro possui motor V6 turbo de 663 cv conectado a um motor elétrico de 122 kW - Divulgação/ND
Modelo traz uma incomparável capota rígida retrátil para aproveitar o sol e a brisa - Divulgação/ND
4 5
Modelo traz uma incomparável capota rígida retrátil para aproveitar o sol e a brisa - Divulgação/ND
Junto com o motor turbo V6, o motor elétrico na traseira eleva a potência para 830cv - Divulgação/ND
5 5
Junto com o motor turbo V6, o motor elétrico na traseira eleva a potência para 830cv - Divulgação/ND

Com uma frente mais agressiva, o Ferrari SP48 foi projetado em prototipagem 3D (manufatura aditiva). O processo de última geração criou uma grade perfeita com sensação de continuidade cristalina e fluidez dinâmica. Porém, este modelo é único, o chamado One-Off.

Já o novo lançamento da Ferrari, a nova spider berlineta (carro cupê de duas portas) com o logotipo do cavalo empinado traz uma incomparável capota rígida retrátil para aproveitar o sol e a brisa. Ao apertar o botão, a capota leva 14 segundos para abrir ou fechar e pode até ser ativada enquanto estiver dirigindo até 45 km/h.

Tudo isso seguindo a tendência de zero emissão de carbono. O 296 GTS traz um contemporâneo sistema híbrido plug-in (PHEV). De acordo com a Casa de Maranello, isto garante uma resposta imediata ao pedal e 25 km de autonomia totalmente elétrica.

Junto com o motor turbo V6, o motor elétrico na traseira eleva a potência para 830 cv. O torque de 75,5 kgfm permite chegar aos 100 km/h em 2,9 segundos. Segundo a Casa de Maranello, a velocidade máxima alcançada pelo modelo é de 330 km/h. A Ferrari continua voando.

Quatro Ferraris já foram emplacadas este ano, entre janeiro e abril, em Santa Catarina, de acordo com a Fenabrave. Entre elas, o modelo SF90 Spider, que foi apresentado a clientes em evento fechado em Florianópolis (veja matéria aqui) e comercializado por R$ 8,4 milhões. No ano passado, foram emplacadas oito unidades no estado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Carros

Loading...