Garagem 360

Blog automotivo focado em serviços. Novidades, dicas e informações para manter o seu carro sempre em perfeitas condições de uso.


Opinião: Hamilton domina o GP da Hungria e assume a liderança do campeonato

Opinião: Hamilton domina o GP da Hungria e assume a liderança do campeonato - Divulgação/Mercedes-AMGOpinião: Hamilton domina o GP da Hungria e assume a liderança do campeonato - Divulgação/Mercedes-AMG

Soberano. Esse foi o desempenho de Lewis Hamilton no GP da Hungria. O inglês levou a Mercedes a uma vitória tranquila e, como seu companheiro de equipe foi apenas o terceiro, ele ainda assumiu a liderança do campeonato. Max Verstappen completou o pódio e foi o segundo colocado, sendo um dos destaques da prova após bater enquanto ia para o grid. Por sorte, seus mecânicos conseguiram arrumar o bólido já no colchete de largada, evitando punições.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

GP da Hungria

A pista húngara sempre foi um dos palcos favoritos de Hamilton. Foi nela que ele conquistou seu primeiro triunfo pela Mercedes, em 2013, quando o time ainda era uma força emergente no grid. Antes, ele já havia vencido por lá em 2007, 2009 e 2012. A vitória de ontem foi a terceira consecutiva do britânico em Hungaroring, que soma oito triunfos no local.

Por conta de seu retrospecto, Lewis era o franco favorito. E ele confirmou essa expectativa com uma vitória dominante e sem ameaças. Seu companheiro, por sua vez, não teve vida fácil. Segundo colocado no grid, Bottas ficou para trás na largada e precisou escalar o pelotão para conseguir um pódio. Ele até tentou uma estratégia diferente para ultrapassar Verstappen no fim da corrida. Ele até chegou na Red Bull do holandês, mas  teve que se contentar com o terceiro lugar.

Destaques improváveis

Como havia chovido antes da largada, as equipes escolheram os pneus de chuva. A Haas até colocou os de chuva extrema no carro de Kevin Magnussen, decisão que se mostrou equivocada logo na volta de apresentação. Ao perceber que a pista estava secando, a equipe americana chamou seus dois carros para os boxes, para colocarem pneus de pista seca. A manobra jogou os dois carros da equipe para o fim do grid, mas se mostrou acertada quando todos os outros pilotos precisaram fazer um pit stop logo nas primeiras volta da prova. Com isso, Magnussen e Romain Grosjean saltaram para terceiro e quarto.

LEIA MAIS: Saiba qual carro fazia sucesso no ano em que você nasceu

Jeep civil, CJ-2A completa 75 anos; modelo foi o primeiro a exibir grade dianteira com sete fendas

Os dois foram superados, pouco a pouco, pelos demais carros, mas Magnussen conseguiu arrancar o primeiro ponto da Haas em 2020. Ele cruzou a linha de chegada em nono, mas foi punido com o acréscimo de 10 segundos em seu tempo final por conta da troca de pneus antes da largada – pelo regulamento, a equipe não poderia ter dado nenhuma informação aos pilotos antes do apagar das luzes de partida. Mesmo assim, com o 10º lugar, ele somou o primeiro tento do time. Grosjean também foi punido e terminou em 16º.

Outro destaque foi Alexander Albon. O tailandês não tinha feito uma boa qualificação e partiu em 13º. Na corrida, o piloto soube conduzir bem seu Red Bull e terminou a prova em quinto.

Decepções

Ao que tudo indica, a Ferrari seguirá sendo uma das decepções do campeonato. Sebastian Vettel até conseguiu um sexto lugar, mas seu companheiro Charles Leclerc sequer pontou – foi apenas o 11º. A McLaren também teve um desempenho discreto e pontuou apenas com Carlos Sainz. Williams, mesmo saindo de um bom 12º com George Russell, encerrou outro GP nas duas últimas posições. A Alfa Romeo é outro time com desempenho fraco a sair da Hungria sem somar mais pontos, tendo apenas dois tentos em três provas.

Pequena pausa

Após três provas consecutivas, a F1 vai ter uma semana de folga antes da rodada dupla em Silverstone, na Inglaterra. As provas serão realizadas em 2 e 9 de agosto.

Enquanto a corrida inglesa não acontece, confira abaixo como ficou a classificação oficial do GP da Hungria de 2020.

POSNODRIVERCARLAPSTIME/RETIREDPTS
144Lewis Hamilton*MERCEDES701:36:12.47326
233Max VerstappenRED BULL RACING HONDA70+8.702s18
377Valtteri BottasMERCEDES70+9.452s15
418Lance StrollRACING POINT BWT MERCEDES70+57.579s12
523Alexander AlbonRED BULL RACING HONDA70+78.316s10
65Sebastian VettelFERRARI69+1 lap8
711Sergio PerezRACING POINT BWT MERCEDES69+1 lap6
83Daniel RicciardoRENAULT69+1 lap4
955Carlos SainzMCLAREN RENAULT69+1 lap2
1020Kevin MagnussenHAAS FERRARI69+1 lap1
1116Charles LeclercFERRARI69+1 lap0
1226Daniil KvyatALPHATAURI HONDA69+1 lap0
134Lando NorrisMCLAREN RENAULT69+1 lap0
1431Esteban OconRENAULT69+1 lap0
157Kimi RäikkönenALFA ROMEO RACING FERRARI69+1 lap0
168Romain GrosjeanHAAS FERRARI69+1 lap0
1799Antonio GiovinazziALFA ROMEO RACING FERRARI69+1 lap0
1863George RussellWILLIAMS MERCEDES69+1 lap0
196Nicholas LatifiWILLIAMS MERCEDES65+5 laps0
NC10Pierre GaslyALPHATAURI HONDA15DNF0

*OBS: Hamilton marcou o ponto extra por ter feito a volta mais rápida da corrida. 

Loading...