Armstrong chora em segunda parte da entrevista à Oprah Winfrey

A segunda parte da entrevista concedida por Lance Armstrong à apresentadora americana Oprah Winfrey voltou-se muito mais à vida pessoal do ex-ciclista. O viés fez com que o americano se emocionasse pela única vez, ao comentar sobre o momento em que teve de confessar ao filho mais velho, Luke, que havia se dopado durante a carreira.

– Eu vi meu filho me defendendo e dizendo: “O que você está dizendo sobre o meu pai não é verdade.” Este foi o momento em que eu vi que tinha de contar-lhe a verdade. Eu disse: “Luke, olhe, não me defenda mais. Não me defenda” – afirmou Armstrong, visivelmente emocionado.

O bate-papo foi ao ar nos Estados Unidos na última sexta-feira à noite. Para o Brasil, será exibido na noite deste sábado, a partir das 22h20 (de Brasília), no canal Discovery Channel.

Antes da confissão de Armstrong, especulou-se que ele usaria-a como estratégia para tentar voltar a competir no futuro. Atualmente, ele está sob sanção da Agência Americana Antidoping (Usada, em inglês), que proibiu-o de participar de qualquer competição oficial, seja lá qual for o esporte.

– Se você me perguntar se eu quero competir novamente, a resposta é “sim”. Sou um competidor nato, fiz isso por toda a minha vida. Mas eu não espero que isso volte a acontecer. Mas, claro que eu mereço ser punido. Só não estou certo se merecia ser suspenso para o resto da vida – questionou o ciclista.

Por fim, Armstrong afirmou que o momento mais “humilhante” de todo este processo foi o fato de ter de deixar a presidência da sua fundação para o combate ao câncer, a Livestrong. Para não prejudicar a imagem da instituição, ele deixou o comando dela e, pouco tempo depois, afastou-se também de qualquer cargo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...