‘Lisonjeado’: Ademir Arnon, ex-presidente da ACI, recebe comenda da OAB nesta sexta

Homenagem acontece às 9h e reconhece ainda os representantes dos três poderes; Arnon fala sobre os 12 anos na entidade e projetos futuros

O ex-presidente da ACI (Associação Catarinense de Imprensa), Ademir Arnon, receberá uma comenda da OAB/SC (Ordem dos Advogados do Brasil) na manhã desta sexta-feira (6) ao lado do governador do Estado Carlos Moisés, do presidente da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) Mauro de Nadal e do presidente do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) Ricardo Roesler.

A homenagem fará alusão aos 88 anos da OAB. Ademir será contemplado pelos seus 12 anos no comando da ACI. “Já recebi algumas comendas, mas tenho que dizer que essa é uma especial. Fiquei lisonjeado”, confessa o agora presidente do Conselho Superior da entidade.

Ademir ArnonAdemir Arnon, ex-presidente da ACI, é homenageado nesta sexta – Foto: Arquivo Pessoal

“Me deram a honra de receber essa comenda junto dos representantes dos três poderes. Como parte de um dos pilares da democracia, sempre tivemos como foco a defesa da liberdade de expressão e de imprensa”, acrescenta Ademir Arnon.

Carlos Moisés e Mauro de Nadal serão homenageados em referência à aprovação e sanção da Lei nº 18.111/2021, que é a primeira lei estadual no país que ampliou a proteção da atuação dos advogados na defesa dos cidadãos catarinenses, segundo a OAB.

Já Ricardo Roesler será reconhecido pela sua atuação na condução do TJSC durante a pandemia, “quando estabeleceu abertura para o diálogo e parceria institucional com a Seccional”. Os três homenageados receberão a Medalha 88 Anos da OAB/SC.

Conselho da OAB/SC entrega comenda para quatro homenageados nesta sexta-feira (6) – Foto: Ricardo Pereira/OAB/DivulgaçãoConselho da OAB/SC entrega comenda para quatro homenageados nesta sexta-feira (6) – Foto: Ricardo Pereira/OAB/Divulgação

“Diplomata da educação”

Segundo a OAB/SC, o jornalista Ademir Arnon “recebe o reconhecimento pelo trabalho realizado ao longo de 12 anos à frente da entidade, com inúmeras conquistas para os profissionais de comunicação, e ainda como homenagem à imprensa catarinense pela defesa e manutenção da liberdade de expressão, direito constitucional inalienável, no seu tradicional papel de porta-voz dos anseios da cidadania”.

Em sua trajetória à frente da ACI, Arnon cita com orgulho o apelido dado carinhosamente a ele pelo fundador do Grupo ND, Mário Petrelli, de “diplomata da educação”.

“Foi um trabalho de agregar, temos que ter credibilidade. Fizemos eventos em prol da democracia, com Judiciário, Executivo, Federação das Indústrias… sempre visando a defesa da liberdade de imprensa.”

Ademir Arnon também ressalta a importância dos veículos de comunicação na defesa dos ideais. “Nunca esquecer o apoio que recebi”.

Atualmente, ele ocupa o cargo de presidente do Conselho Superior da ACI. A presidente da entidade, Déborah Almada, se pronunciou sobre o reconhecimento.

“A homenagem ao nosso ex-presidente, agora presidente do Conselho Superior, nos enche de orgulho. O Ademir é um super parceiro e, nos últimos 12 anos, o grande responsável por sermos hoje uma entidade fortalecida e reconhecida pelo mercado. Esta foi uma bela iniciativa da OAB/SC”.

Conquista da sede da ACI e projeto de Memorial da Comunicação

Entre os grandes momentos do período em que Arnon presidiu a entidade, a conquista da sede própria da ACI é um dos mais importantes. “Foi uma conquista da sociedade”, avalia o jornalista.

Ao deixar o cargo de presidente no final de 2020, Arnon mencionou em sua mensagem de despedida que a sede era um “sonho antigo” que foi concretizado.

Mas ainda existem planos grandes a serem postos em prática, conforme revela Ademir Arnon ao falar sobre o espaço.

“A ACI passou a ter uma representatividade em todos os poderes. A nossa ideia, que teve como grande entusiasta o Mario Petrelli, é construir o Memorial da Comunicação Catarinense. Nós temos o espaço, temos o projeto.”

Conforme o planejamento, o memorial será construído no espaço onde é a sede da entidade. No entanto, ainda não há datas definidas para o andamento deste projeto, esclarece Arnon.

“Preserve o passado, valorize o presente e projete o futuro”, conclui.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...