Centros de convivência oferecem apoio pedagógico, social e cultural em Florianópolis

Serviço da Prefeitura da Capital conta com oficinas de teatro, xadrez, capoeira, música e aulas de reforço no horário contrário ao escolar

O trabalho desenvolvido nos Centros de Convivência é de extrema importância no fortalecimento de vínculos com as famílias e crianças – Foto: Divulgação/CCFV CosteiraO trabalho desenvolvido nos Centros de Convivência é de extrema importância no fortalecimento de vínculos com as famílias e crianças – Foto: Divulgação/CCFV Costeira

“Para mim foi uma benção eu ter encontrado essa assistência para os meus quatro filhos. Depois que ganhei meus caçulas, me tornei mãe solo e essa tranquilidade que eu tenho de saber que enquanto estou trabalhando eles estão sendo bem cuidados, aprendendo, não apenas um reforço do que é ensinado na escola, mas também outras atividades e habilidades, é maravilhoso”.

O depoimento é de Dejanira Conrado, 44 anos, que teve gêmeos em duas gestações, primeiro nasceram Eduarda e Carolina Conrado, que hoje têm 13 anos e por último Cristiane e Kristian Conrado, de dez anos de idade.

Ela trabalha diariamente como diarista e conta que depois do nascimento de Cristiane e Kristian, se tornou mãe solo. Seus quatro filhos frequentam o CCFV (Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) do bairro Monte Cristo, em Florianópolis.

“Ali para eles é como a segunda casa. Minhas meninas mais velhas estão até aprendendo a costurar paninhos de louça. O atendimento prestado no local é maravilhoso, eles têm até uma professora que ajuda a fazer os deveres, só tenho a agradecer a todos que cuidam dos meus filhos ali no centro”, ressalta.

Serviço da Prefeitura da Capital conta com oficinas de teatro, xadrez, capoeira, música e aulas de reforço no horário contrário ao escolar – Foto: Divulgação/CCFV AgronômicaServiço da Prefeitura da Capital conta com oficinas de teatro, xadrez, capoeira, música e aulas de reforço no horário contrário ao escolar – Foto: Divulgação/CCFV Agronômica

O Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Monte Cristo atende hoje 59 crianças no horário contrário ao da escola. “Oferecemos apoio pedagógico e educação física. Nossas crianças têm idade entre 6 e 12 anos e muitas pertencem ao público prioritário, o que preconiza a política de assistência social de nosso município. Cerca de 50% são público prioritário outros 50% demanda espontânea. Ofertamos as refeições diárias (café, fruta, almoço, e lanche da tarde) ”, explica Jaqueline Leite, coordenadora do CCFV Monte Cristo.

Ela ressalta que o trabalho dentro da comunidade faz muita diferença na vida dos usuários do local. É muito importante no fortalecimento de vínculos com as famílias e com as crianças. “Eu estou no centro de convivência já há dez anos. Nesse tempo criamos laços e isso é muito relevante para que as nossas crianças percebam que há a oportunidade, que não existe só a vida dentro da comunidade, mas um mundo todo a conquistar. Ele vem para ajudar, para abrir caminhos, para abrir novos horizontes, olhares diferentes, para pensar de uma forma diferente para a gente. Está pensando na criança, na sua integralidade”, reforça.

Centros de convivência oferecem refeições, aulas de reforço, hortas, aulas de releitura de obras, produção de slime, aulas de culinária, palestras, entre outras – Foto: DivulgaçãoCentros de convivência oferecem refeições, aulas de reforço, hortas, aulas de releitura de obras, produção de slime, aulas de culinária, palestras, entre outras – Foto: Divulgação

Proteção social

O serviço, desenvolvido pela Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Assistência Social, oferece, por meio de cinco desses centros oficinas de teatro, xadrez, capoeira, música e aulas de reforço no horário contrário ao escolar. As oficinas são ministradas por professores especialistas na área e estimulam as crianças a terem contato com arte e cultura desde cedo.

Em cada espaço, são realizadas atividades que promovem a proteção social das crianças, adolescentes e famílias, de acordo com a faixa etária de cada um, como refeições, aulas de reforço, hortas, aulas de releitura de obras, produção de slime, aulas de culinária, palestras, entre outras.

Segundo a prefeitura, os centros de convivência estão inseridos em regiões estratégicas, onde as crianças possam estar em situações de vulnerabilidade social. Além das atividades pedagógicas, sociais e culturais, são oferecidas ainda refeições e acompanhamento socioassistencial para as famílias das crianças atendidas.

Apoio para crianças, adolescentes e suas famílias

Segundo Renata Vieira, coordenadora dos CCFVs em Florianópolis, o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes é oferecido para a faixa etária de 7 a 15 anos. São cinco centros de convivência próprios e 18 entidades parceiras que executam esse trabalho. Nos serviços próprios são atendidas crianças de 7 a 12 anos. Nas entidades parceiras, são atendidas de sete até 17 anos.

Ela diz que o atendimento para adolescentes é um pouco diferente, com atividades voltadas para essa faixa etária de duas a três vezes na semana e para as crianças de 7 a 15 são ofertados de segunda a sexta-feira, sempre no horário contrário ao horário escolar.

“Este é um serviço de convivência diferente daquelas atividades de contraturno que funcionam nas escolas para atender crianças cujos pais precisam trabalhar e não têm onde deixá-los. É um serviço de proteção, uma complementação aos serviços executados com famílias para aquelas pessoas que são público da política de assistência social. Então os Cras (Centros de Referência da Assistência Social) e Creas (Centros de Referência Especializado de Assistência Social atendem as famílias e as crianças são encaminhadas para os serviços de convivência”, destaca.

No último mês, 2448 crianças e adolescentes foram atendidas pelos serviços próprios do município e entidades parceiras.

Endereços:

CCFV AGRONÔMICA

  • Endereço: R. Rui Barbosa, 667, Agronômica
  • E-mail: ccfvagronomica@pmf.sc.gov.br | ccfvagronomica.pmf@gmail.com
  • Telefone: (48) 3216-5215

CCFV COSTEIRA

  • Endereço: Av. Jorge Lacerda, 1472, Fundos, Costeira do Pirajubaé.
  • E-mail: coo.ccfvcosteira@pmf.sc.gov.br | ccfvcosteira.pmf@gmail.com
  • Telefone: (48) 3226-7631

CCFV MONTE CRISTO

  • Endereço: R. Joaquim Nabuco, 2850, Monte Cristo
  • E-mail: ccfvmontecristo@pmf.sc.gov.br | ccfvmontecristo.pmf@gmail.com
  • Telefone: (48) 3240-8807

CCFV JD ATLÂNTICO

  • Endereço: Av. Atlântica, 899, Jardim Atlântico
  • E-mail: coo.ccfvatlantico@pmf.sc.gov.br | ccfvjdatlantico@gmail.com
  • Telefone: (48) 3240-5202

CCFV TAPERA

  • Endereço: R. José Olímpio da Silva, S/N, Tapera
  • E-mail: coo.ccfvtapera@pmf.sc.gov.br | ccfvtapera.pmf@gmail.com
  • Telefone: (48) 3337-0368

Entidades parceiras que executam o Serviço de Convivência:

  • Associação Beneficente, Educacional Gente Amiga
  • Associação Evangélica Beneficente de Assistência Social
  • Associação dos Amigos da Criança e Adolescente do Morro do Mocotó
  • Associação de Amigos Solidários – ASAS
  • Associação de Pais e Amigos do Morro das Pedras
  • Associação Promocional do Menor Trabalhador
  • Casa da Criança do Morro da Penitenciária
  • Casa São José
  • Centro de Apoio à Formação Integral do Ser
  • Centro de Educação e Evangelização Popular
  • Centro de Integração Familiar
  • Centro de Valorização Humana, Moral e Social
  • Conselho de Moradores do Saco Grande II
  • Federação Catarinense de Basketball
  • Fundação Vidal Ramos
  • Obras de Assistência Social Dom Orione de Capoeiras
  • Seara Espírita Entreposto da Fé

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

+

Prefeitura de Florianópolis

Loading...